quinta-feira, 7 de março de 2013

"Só o amor constrói pontes indestrutíveis..."

Alexandre Magno Abrão (São Paulo, 9 de abril de 1970 — São Paulo, 6 de março de 2013), mais conhecido pelo seu nome artístico; " Chorão".
Foi um cantor, compositor, cineasta, poeta, roteirista e empresário brasileiro.
Vocalista, principal letrista e cofundador da banda santista "Charlie Brown Jr", formada em 1992 junto com Renato Pelado, Marcão, Champignon e Thiago Castanho, foi o único integrante da banda a participar de todas formações, junto com o "Charlie Brown" lançou dez discos e já venderam mais de cinco milhões de discos.

Seu apelido "Chorão", veio quando ele estava vendo os amigos andando de skate, e um deles passou por ele e, para zombar dele, dizia "não chora!", já que Chorão ainda não sabia andar.
E nisso, o apelido pegou. Teve uma infância e adolescência difíceis, a sua mãe era doméstica, fazia pastel, cozinhava pra fora; pra ele ir entregar.

Chorão vivia na rua, ia mal na escola, parou de estudar na sétima série, e frequentemente tinha problemas com a polícia. Com 21 anos, foi convidado a integrar uma banda com Champignon chamada "What's Up", acabou não dando certo,então montou o "Charlie Brown Jr".
Em 2007, Chorão roteirizou e dirigiu o filme "O Magnata".
Em 2009, lançou sua marca de roupas a DO.CE.

Chorão foi encontrado morto por seu motorista, na madrugada de 6 de março de 2013(ontem), em um apartamento que ocupava esporadicamente no bairro de Pinheiros, em São Paulo.
Segundo a polícia, que descartou inicialmente a hipótese de homicídio, o apartamento encontrava-se em grande desordem, com garrafas vazias de bebida, embalagens de remédios e marcas de sangue.

A morte de Chorão teve repercussão não só nacional, como internacional, onde sua morte foi destacada nos jornais Latin Times (que o apelidou de "Big Crying"), Huffington Post, The Washington Post, San Diego Union-Tribune, além da Billboard norte-americana.

Para os críticos, Chorão deixa um legado de composições poéticas.

O produtor musical Rick Bonadio acredita que "O legado das músicas e letras do Chorão sem dúvida influenciaram e vão continuar influenciando muitos jovens e bandas eternamente. Acredito que, depois do Legião Urbana, o Charlie Brown Jr. seja uma das bandas mais representativas do rock nacional."

Já segundo nota da MTV Brasil "A banda Charlie Brown Jr. foi um grande sucesso e o músico deixa um legado musical pra além de ícone de uma ou mais gerações, sua memória estará em uma coleção de grandes hits que deram uma roupagem pop e acessível ao tripé hardcore, rap e ragga, parte fundamental do universo do skate."

Nasi, vocalista do "Ira!", afirma que "Chorão foi um ícone da geração de 90. Ele deixa um legado de bons discos, além do reconhecimento da parceria skate e rock brasileiro.

Para além da música, Chorão deixou legado para o skate, esporte que praticava e ajudou a difundir.

Gustavo Sirotsky, produtor do festival Planeta Atlântida acredita que a morte de Chorão representa o fim da banda. "Assim como o Legião Urbana marcou e não seguiu quando ficou sem seu líder, o Charlie Brown também fica sem líder, portanto, é dificil continuar."


A prefeitura da cidade de Santos decretou luto oficial de três dias pela morte do cantor.
No dia de sua morte, a MTV Brasil prestou homenagem ao vocalista com uma programação especial, dedicando sua grade ao líder do Charlie Brown Jr..
Fãs da banda prestaram homenagens através de cartazes e mensagens escritas na pista de skate criada pelo cantor, além de mensagens nas redes sociais.
No dia de sua morte, menções ao vocalista na rede social Twitter dominavam a lista de tópicos mais comentados em todo o mundo.
A banda americana "Guns N' Roses" homenageou Chorão, por meio de mensagens no Facebook e Twitter. O grupo dedicou uma de suas canções ao cantor. "De luto pela perda de nosso irmão brasileiro, RIP [descanse em paz] Chorão. Esta `Don`t cry` tocando aqui é para você", escreveu o grupo de rock.
No dia de sua morte, fãs de Chorão fizeram uma campanha - com mais de 24 mil compartilhamentos no facebook - para que a abertura do seriado jovem Malhação do dia 06/03/2013 fosse Te Levar, sucesso marcante do Charlie Brown Jr. nas temporadas iniciais da trama, o seriado homenageou o cantor colocando a música no encerramento do capítulo.
O Santos Futebol Clube, time pelo qual Chorão torcia, fez um homenagem ao seu torcedor ilustre usando imagens dele na Vila Belmiro e em shows, na qual ele aparece usando o uniforme do time. Além disso, o time santista jogou de luto em sua próxima partida, diante do Atlético de Sorocaba. A direção ainda pediu que fosse respeitado um minuto de silêncio antes do jogo em homenagem a Chorão. O silêncio foi repetido na semana seguinte, no jogo diante do Guarani, dentro da Vila Belmiro. Santista fanático, Chorão era figura frequente nos jogos da equipe e era amigo dos jogadores.
O cantor "Mr. Thug" fez uma tatuagem em homenagem a Chorão, com a frase: "A vida me ensinou a nunca desistir, nem ganhar, nem perder mas procurar evoluir" e postou em seu instagram.
O lutador de MMA "Vinny Loureiro" prometeu homenagear Chorão usando uma música do Charlie Brown Jr. quando for entrar no ringue em sua próxima luta.
Várias celebridades prestaram homenagens em redes sociais, como" Marcos Mion, Racionais MCs, Rodrigo Lombardi, Projota, Guilherme Leicam, Marcelo Mancini, Pe Lanza, Rodrigo Simas, Grazi Massafera, O Rappa, Zé Ramalho", entre outros. No campo esportivo, também houve homenagem de muitos atletas.
O cantor sertanejo "Lucas Lucco" homenageou Chorão através de uma música, intitulada “Ninguém podia prever”.
A ex-esposa do vocalista prestou uma homenagem ao Chorão publicando duas mensagens emocionadíssimas no site oficial da banda. Ressalte-se que quando o cantor morreu, eles estavam separados.

Prêmios e Honrarias:

 VMB

    1998 - Banda Revelação: "Proibida pra Mim"
    2001 - Escolha da Audiência: "Rubão, o Dono do Mundo"
    2001 - Melhor Videoclipe de Rock: "Rubão, o Dono do Mundo"
    2003 - Escolha da Audiência: "Papo Reto (Prazer É Sexo, o Resto É Negócio)"
    2003 - Melhor Videoclipe de Rock: "Só por Uma Noite"

Grammy Latino

    2005 - Melhor Álbum de Rock Brasileiro: "Tâmo aí na Atividade"
    2010 - Melhor Álbum de Rock Brasileiro: "Camisa 10 Joga Bola Até na Chuva".

Multishow

    2007 - Melhor Canção: "Senhor do Tempo"
    2008 - Melhor Videoclipe: "Pontes Indestrutíveis"

Como skatista

    Vice-campeão paulista de skate (modalidade freestyle)



Duas músicas do Grupo Charlie Brown Jr, fez minha cabeça...
Confesso, que eram as minhas preferidas... e as ouvia e cantava.
Chorão era "O Cara"...

Mais um poeta da música, que deixará saudades...






Imagens: Google





Essa música foi difícil achar um
 vídeo  que estivesse legal e fosse legal!!!

"Descanse em Paz..."

09/04/1970
06/03/2013


Pontes Indestrutíveis


Beijos doces,

Ayesk@


2 comentários:

Amor A Base de Tudo disse...

Mesmo sabendo que só o amor constrói pontes indestrutíveis. Muitos constrói em muros ao invés de pontes.
Como dizia ele . Saber dar valor para as coisas mais simples..Só o amor constrói pontes indestrutíveis"porque na verdade o amor é a base de tudo sempre!

Chorão.

Esteja em paz....

Ayesk@ disse...

Beijos doces,