segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Você sabe... O quanto eu quero saboreá-lo???







Com a ponta da minha língua, desenho seus lábios, saboreando-os.
Mordisco seu lábio inferior, lambendo, e mordendo antes de beijá-lo profundamente. 

Cubro minha boca com a sua. Empurrando e retirando, num ritmo que me  faz apertar meus quadris contra seu pênis duro. A umidade inundando meu interior. 
Minhas partes inferiores ficam úmidas com meu mel, intensificando minha libido. Gemo e empurro meu corpo sedento, mais em sua direção, num contato  íntimo, precisando sentir mais de sua pele quente.
Sinto-o deslizar sua mão grande e macia por dentro da minha regata, e envolver meu seio por cima da renda do sutiã.
Minha xoxota contrai-se toda, pulsante, enquanto você rola meu mamilo; entre seu dedo polegar e indicador já enrijecido de tesão...

- Aaaaaaaaaaaaaaaaaa...
O calor arrepia todo meu corpo e desce febril, entre minha coxas.
Minhas pernas amolecem, quando sinto sua boca fechar-se no bico enrijecido por cima da renda do sutiã molhando-o.

Com ímpeto, você arranca minha regata por cima da minha cabeça , desce as alças do sutiã e expõe meus seios, erguidos petulantemente, os bicos vermelhos e 
enrijecidos.

Implorando por mais...
Eu te abraço, te envolvo, me aperto em você, tecendo minhas mãos em sua cabeça, te agarrando.


- Quero enlouquecê-lo - gemo. - Quero deixá-lo louco, assim como estou...aaaa...vou entrar em combustão agora, já, nesse instante!

Você ergue sua cabeça dos meus seios e com um sorriso.
- Esta é  a idéia...Deite-se...

Não deito...Não o obedeço...Minha idéia é outra...antes de mais nada, quero saboreá-lo, sentir seu gosto, seu sabor.
Me ajoelho na sua frente, enquanto você se move. Meu olhar se conecta com a sua ereção.
Abro seu cinto, desço a braguilha da sua calça e a movo para baixo.
Minhas mãos agarram seus quadris , minha boca aninha seu pênis ereto , quente.
Você empurra , num gemido.
Deslizo minhas mãos ao redor do seu traseiro e dobro meus dedinhos debaixo do tecido elástico da sua boxer.
Com um puxão, a desço para baixo. Excitação corre por meu sangue quando seu pênis ereto e meladinho na cabeça; pula livre.
Sinto a  pele  como cetim quente em minha mão e por baixo  sinto a força… rígida, dura.
Esfrego minha bochecha contra seu pau, saboreando sua pele.

Não aguentando mais a tentação, corro minha língua ávida em cima do seu pau, lambendo em cima, a gota brilhante. 
Seus quadris empurram em minha direção. Incapaz de me segurar mais, negar o prazer que você, só você, pode me dar, o levo em minha boca, rodando minha língua em cima e ao redor da cabeça antes de correr abaixo.
Pego delicadamente suas bolas com uma mão enquanto uso a outra para segurar a base de sua ereção ,para poder  deslizar minha boca da cabeça bulbosa para a raiz. 
Sinto a lava quente entre minhas coxas, a febre que queima, o calor que me consome.
Um inesgotável fogo precipita-se pelo meu corpo, fundindo-se num furioso calor entre minhas coxas. Uma dor deliciosa eletrifica em cima do meu clitóris e  aperto minhas pernas numa reação em cadeia.
Seus quadris bombeam, acompanhando o movimentos da minha boca.
Suas mãos envolvem meus cabelos, como se tivesse receio que eu sumisse num piscar de olhos.





Sua respiração se torna áspera, mas, para os meus ouvidos, é uma música que arrepia todo o meu corpo. De repente, você puxa fora da minha boca, apertando meus ombros.
E o que tanto quero, ouço da sua voz.

-Chega, ou eu não vou segurar. Quando eu gozar eu quero estar enterrado fundo dentro de você. 
Você estremece, prende a respiração, enquanto sinto minhas dobras intensamente molhadas...
-Deite-se. Eu não consigo esperar mais. 

Dou um último beijo em seu pau duro e  deito-me no tapete, esticando meu corpo no chão. 
Você se junta a mim, deitando metade do seu peso em cima do meu corpo e toma minha boca num beijo intenso e molhado.
Com um único estalido, arranca minha calcinha, desliza sua boca pelos meus seios, mordiscando, lambendo, sugando.
Me contorço toda, gemendo.
Você se move para baixo, sua língua descendo pelo meu corpo, lambendo meu umbigo, 
-Aaaa...assimmm...tesão...que delíciaaa...aaaa...maisss...gostosooo...
-Se vire. - você interrompe depois de uma mordiscadinha em minha coxa.
Seu corpo treme, ao mesmo tempo que agradeço a sua ajuda ao virar-me.
Sinto-o massagear e beijar minhas costas. Mordiscar as bochechas do  meu traseiro.

Depois, lamber as mordidas com um suave deslizar de língua. 

Meu clitóris doí. Os músculos da minha vagina agarram e soltam em ritmo espasmódico.
-Aaaa... eu estou ficando louca aqui.- gemo alucinada.
-Bem-vinda ao clube... 
Agarrando meus quadris, me ergue sobre seus joelhos. 
Sinto-me exposta,  vulnerável. 

Totalmente entregue e ansiosa...

Então, você se curva e corre a ponta da sua língua da preguinha do meu traseiro até a minha vagina melada. Com um cutucar de sua mão, você me incita a espalhar as minhas pernas. 

Seus dedos correm em cima dos meus lábios inchados separando as dobras da minha carne delicada e sacudindo meu endurecido clitóris.
- Oh Deus, aaaa... -eu grito. -Não pareee....aaaaa... 
- É isto que você quer? -mergulha um dedo dentro de mim , seu dedo polegar roçando meu clitóris dolorido. -Você está tão pronta para mim. Tão molhada e quente. Tão tesuda...exalando sexo pelo seu corpo todo...

Você  enfia  um segundo dedo, bombeando dentro e fora.
Gemo , grito e empurro meus quadris para trás, encontrando toda estocada. Não era suficiente. 




-Eu quero você dentro de mim...fundo, forte...quero prender seu pau dentro da minha vagina e te ordenhar...quero enlouquece-lo e enlouquecer junto...quero...saboreá-lo...inteiro...aaaa... 

Você remove sua mão.

Ouço se afastar, em segundos volta.

Pega meus quadris e posiciona a cabeça do seu pau ereto em minha entrada molhada. 
Mergulha dentro de mim, com uma punhalada longa, dura, me preenchendo apertadamente, até que sinto suas bolas descansarem contra meu traseiro.
Estou além da fase de querer suave e gentil. Quero duro e rápido. 
Encontro cada estocada de seus quadris com os meus, encontrando golpe com golpe. 
A tensão sexual segurou todos os meus músculos rígidos. Meu coração corre rápido, deixando-me sem fôlego.
Você desliza sua mão por minha vagina e empurra de volta o capuz; para expor meu clitóris.
Eu grito, gemo...te arranho, te mordo...
Uma camada extra de sensação corre em meu sangue. Meus músculos internos apertam-se ao redor do seu pênis latejante. O primeiro espasmo quase me leva fora de órbita.

-Goza pra mim...goza.... - você grita rouco.

Seus movimentos ficam mais rápidos. Você bombea, seus quadris pressionam  meus quadris, empurrando 
dentro de mim em uma forte exibição de poder sexual. 
E eu respondo, empurrando meus quadris atrás tão duro quanto posso.
Seu dedo polegar cutuca meu clitóris e novamente, sinto sensações quentes passarem  por meu sangue . 
O orgasmo é intenso!
Você clama meu nome. Sua mão apertando meu quadril e me puxando tão perto do seu corpo, do seu falo, tanto quanto possível.... quando então, você goza.
Eu o sinto em golfadas se esvaziar bem fundo dentro de mim...

Meus gemidos, abafados pela sua boca e língua... 
Quando os espasmos aos poucos foram cessando, com exceção de alguns prolongados tremores...eu descubro que... ainda quero mais!!!







Escrito por Ayesk@

12 comentários:

Íntimas Intenções by Anita disse...

Também quero mais...subi pelas paredes agora.

Beijos,
Anita.

SexyButterfly disse...

Você sabe que passei o dia subindo pelas paredes...Assim acaba comigo antes de dormir!!!
pelo menos acordo inspirada pros meus vôos amanhã...rs

beijos borboléticos!

Ayesk@ disse...

Anita, querida...há dias que estou assim...prestes a explodir de tanto que ando subindo pelas paredes!!!kkk
Quero saborear, degustar, devagar e com ímpeto ao mesmo tempo!!!

Obrigada pelo carinho e que bom que gostou!!!rs

Beijos doces e doces sonhos embriagantes!


Ayesk@

Ayesk@ disse...

Euuuuuuuuuuu...Borboletinha????
rsrs Não me comprometa rsrs
Eu sei o quanto estou com a minha combustão instantânea tinindo! kkk

Acho que estou no Cio kkk

Beijos doces amiga e lindos sonhos molhados rsrs


Ayesk@

LadySiri disse...

Mas que ruivinha safada heim Ayesk@!

Assim vc mata nóis, rsrs

Beijokas.

Darukian, O Ceifador de Orgasmos disse...

Ih, essas mulheres estão todas atacadas...acho que vou dar uma passada geral pra conferir o que é isso.

Derek Dick disse...

Branquinha, vc encarnou mesmo a MV (Mulher-Vulcão)!!

Impossível ler e não entrar en erupção junto contigo...

O termômetro aqui atingiu 1 milhão de graus celsius já versão preview....rsrs...agora com imagens então nem te conto...

E como não gosto de ver ninguém passar vontade...a hora que quiser saborear é só avisar...rsrs

Beijinhos molhados
DD

Ayesk@ disse...

Oieee Lady Siri, tudo bem???

Eu safada??? rsrs
Sou uma anjinhaaaa...e só quero matar de prazer unzinho só kkk

Brincadeirinhas à parte, obrigada pelo carinho!

Bjs doces carinhosos e uma mega terça!



Ayesk@

Ayesk@ disse...

kkk Darukian, meu Ceifador Orgástico!!!
Será a estação????
rsrs Isso...tente descobrir...mas, fique nas sombras e invisível, hein?
Podem te atacar kkk

Bjs doces carinhosos e orgásticos, meu Ceifador preferido!Mega Terça!


Ayesk@

{princess kitty}龍戦士 disse...

Miauuuuu!!!

Ruivinha linda, o que é isso???
Quer enlouquecer todo mundo, é???
Deveria ser proibida de publicar isso! hahaha
Brincadeira minha moça talentosíssima!!!

Esse conto é deixar qualquer um subindo pelas paredes!Principalmente uma gatinha como eu que anda com falta de sexo e sessões rsrs. Vou ter que me enfiar dentro de uma banheira cheia de pedras de gelo pra apagar meu fogo agora! rsrsrs

Miaubeijokas com muito carinho =^.^=

Ayesk@ disse...

HT e OP, você já tem a ARV que o saboreia aqui na Blogosfera, mas mesmo assim agradeço a oferta.

Beijos doces!



Ayesk@

Anônimo disse...

Parabéns Ayeska. Conto muito bem redigido, com erotismo e sensualidade. Sou admirador de contos inteligentes e criativos, aliás, como todos os seus contos publicados. Continue a nos brindar com histórias que massageam nossos libidos...