quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Aids e sua História...




História da Aids


1977 e 1978
Primeiros casos nos EUA, Haiti e África Central, descobertos e definidos como Aids, em 1982, quando se classificou a nova síndrome.


1980
Primeiro caso no Brasil, em São Paulo, também só classificado em 1982.


1981
Primeiras preocupações das autoridades da Saúde Pública nos EUA com uma nova e misteriosa doença.


1982
Adoção temporária do nome Doença dos 5 H, representando os homossexuais, hemofílicos, haitianos, heroinômanos (usuários de heroína injetável) e hookers (nome em inglês dado às profissionais do sexo).
Conhecimento do fator de possível transmissão por contato sexual, uso de drogas ou exposição a sangue e derivados.
Primeiro caso decorrente de transfusão sanguínea .Primeiro caso diagnosticado no Brasil, em São Paulo.


1983
Primeira notificação de caso de Aids em criança.Relato de caso de possível transmissão heterossexual.
Homossexuais usuários de drogas são considerados os difusores do fator para os heterossexuais usuários de drogas.Relato de casos em profissionais de saúde.Primeiras críticas ao termo grupos de risco (grupos mais vulneráveis à infecção). Gays e haitianos são considerados principais vítimas.Possível semelhança com o vírus da hepatite B. Focaliza-se a origem viral da Aids. No Brasil, primeiro caso de Aids no sexo Feminino.


1984
A equipe de Luc Montagnier, do Instituto Pasteur, na França, isola e caracteriza um retrovírus (vírus mutante que se transforma conforme o meio em que vive) como o causador da Aids.Início da disputa, entre os grupos do médico americano Robert Gallo e do francês Luc Montagnier, pela primazia da descoberta do HIV. Estruturação do primeiro programa de controle da Aids no Brasil, o Programa da Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo.


1985
Fundação do Grupo de Apoio à Prevenção à Aids (GAPA), primeira ONG do Brasil e da América Latina na luta contra a aids.Diferentes estudos buscam meio diagnóstico para a possível origem viral da aids.
O primeiro teste anti-HIV é disponibilizado para diagnóstico.Caracterização dos comportamentos de risco no lugar de grupo de risco. Descoberta que a aids é a fase final da doença, causada por um retrovírus, agora denominado HIV (Human Immunodeficiency Virus, em inglês), ou vírus da imunodeficiência humana.Primeiro caso de transmissão vertical (da mãe grávida para o bebê).


1986
Criação do Programa Nacional de DST (Doenças Sexualmente Transmissíveis) e Aids, pelo ministro da Saúde Roberto Santos.



1987
Criação do Primeiro Centro de Orientação Sorológica (COAS), em Porto Alegre (RS).
Questiona-se a definição de comportamentos sexuais tidos como anormais.Início da utilização do AZT, medicamento para pacientes com câncer e o primeiro que reduz a multiplicação do HIV.
Os ministérios da Saúde e do Trabalho incluem as DST/Aids na Semana Interna de Prevenção de Acidentes no Trabalho e Saúde. A Assembleia Mundial de Saúde, com apoio da Organização das Nações Unidas (ONU), decide transformar o dia 1º de dezembro em Dia Mundial de Luta contra a Aids, para reforçar a solidariedade, a tolerância, a compaixão e a compreensão em relação às pessoas infectadas pelo HIV. A escolha dessa data seguiu critérios próprios das Nações Unidas. Os casos notificados 
no Brasil chegam a 2.775.


1988
No Brasil, uma portaria assinada pelo ministro da Saúde, Leonardo Santos Simão, passa a adotar o dia 1º de dezembro como o Dia Mundial de Luta contra a Aids. Morre o Cartunista Henrique de Souza Filho, o Henfil, aos 43 anos, em decorrência da aids. Criação do Sistema Único de Saúde.O Ministério da Saúde inicia o fornecimento de medicamentos para tratamento das infecções oportunistas. Primeiro caso diagnosticado na população indígena.Os casos notificados no Brasil somam 4.535.


1989 
Morre de aids o ator da TV Globo Lauro Corona, aos 32 anos.Ativistas forçam o fabricante do AZT, Burroughs Wellcome, a reduzir em 20% o preço do remédio.Durante Congresso de Caracas, na Venezuela, profissionais da saúde definem novo critério para a classificação de casos de aids. Brasil registra 6.295 casos de Aids.


1990
O cantor e compositor Cazuza morre, aos 32 anos, em decorrência da Aids.


1991
Inicia-se o processo para a aquisição e distribuição gratuita de antirretrovirais (medicamentos que dificultam a multiplicação do HIV).Lançamento do Videx (ddl), que como o AZT faz parte de um grupo 
de drogas chamadas inibidores de transcriptase reversa. Dez anos depois de a Aids ser identificada, a Organização Mundial da Saúde anuncia que 10 milhões de pessoas estão infectadas com o HIV pelo mundo.O jogador de basquete Magic Johnson anuncia que tem HIV.
Freddie Mercury, vocalista da Banda Britânica Queen declara no dia 23 de novembro que está com Aids , vindo a falecer na noite seguinte de 24 de Novembro.
Já são 11.805 casos de Aids no Brasil.


1992
Primeiro estudo sobre o uso de várias drogas combinadas contra o HIV. Pesquisa aponta a importância das doenças sexualmente transmissíveis (DST) como cofator para a transmissão do HIV, podendo aumentar o risco de contágio do HIV em até 18 vezes.Os médicos:  americano Robert Gallo e francês Luc Montagnier chegam a um acordo definitivo sobre o crédito da descoberta do vírus. A sociedade brasileira indigna-se quando a menina Sheila Cartopassi de Oliveira, de cinco anos, tem a matrícula recusada em uma escola de São Paulo, por ser portadora de HIV. Inclusão, no código internacional de doenças, da infecção pelo HIV. Ministério da Saúde inclui os procedimentos para o tratamento da Aids na tabela do SUS.
Início do credenciamento de hospitais para o tratamento de pacientes com Aids. Lançamento da campanha:
"Vamos todos contra a Aids de mãos dadas com a vida."  
Os casos da infecção pelo HIV no Brasilchegam a 14.924.

1993
Início da notificação da Aids no Sistema Nacional de Notificação de Doenças (SINAN).
Morre de Aids o bailarino russo Rudolf  Nureyev. A atriz Sandra Bréa (1952-2000) anuncia que é portadora do vírus. Brasil passa a produzir o AZT (coquetel que trata a Aids).
Total de casos notificados no Brasil: 16.760.

1994
Acordo com o Banco Mundial dá impulso às ações de controle e prevenção às DST e à Aids previstas pelo Ministério da Saúde. Estudos mostram que o uso do AZT ajuda a prevenir a transmissão do HIV de mãe para filho durante a gravidez e o parto. Definição para diagnosticar casos de Aids em crianças .
Brasil registra 18.224 casos de Aids.



1995
Até esse ano, a assistência medicamentosa era precária, contando somente com AZT (zidovudina), Videx e dideoxicitidina. Uma nova classe de drogas contra o HIV, os inibidores de protease (dificultam a multiplicação do HIV no organismo), é aprovada nos EUA.
Aumentam-se as escolhas de tratamento. Já que estudos revelam que a combinação de drogas reduz a progressão da infecção, mas o custo do tratamento é de US$ 10 mil a US$ 15 mil por ano.
Pesquisa demonstra que o tratamento precoce das DST, com consequente redução no tempo de evolução das doenças e de suas complicações, faz com que o risco de transmissão e aquisição do HIV diminuam. Com isso, a incidência do HIV reduz em 42%.
Os números de casos no Brasil já somam 19.980.

1996
Programa Nacional de DST e Aids lança o primeiro consenso em terapia antirretroviral (regulamentação da prescrição de medicações para combater o HIV).
Lei fixa o direito ao recebimento de medicação gratuita para tratamento da Aids.Disponibilização do AZT venoso na rede pública. Queda das taxas de mortalidade por aids, diferenciada por regiões. Percebe-se que a infecção aumenta entre as Mulheres, dirige-se para os municípios do interior dos estados brasileiros e aumenta significativamente na população de baixa escolaridade e baixa renda.
Casos da doença no Brasil somam 22.343.

1997
Implantação da Rede Nacional de Laboratórios para o monitoramento de pacientes com HIV em terapia com antirretroviral, com a realização de exames de carga viral e contagem de células CD4 (células que fazem parte do sistema de defesa do organismo ou sistema imunológico).
Morre o sociólogo Herbert de Souza, o Betinho. Hemofílico, contaminado por transfusão de sangue, defendia o tratamento digno dos doentes de Aids.
Já são 22.593 casos de  Aids no Brasil.


1998
Validação do algoritmo nacional para diagnóstico das DST no Brasil.Ministério da Saúde recomenda a aplicação da abordagem sindrômica das DST para seu tratamento oportuno e consequente diminuição da incidência do HIV. Rede pública de saúde disponibiliza, gratuitamente, onze medicamentos.
Lei define como obrigatória a cobertura de despesas hospitalares com Aids pelos seguros-saúde privados (mas não assegura tratamento antirretroviral). Pesquisas detectam o HIV em gânglios linfáticos, medula e partes do cérebro de muitos soropositivos que apresentam cargas virais indetectáveis pelos exame.
Cientistas registram a imagem da estrutura cristalina da proteína gp 120 do vírus da Aids, usada por ele para entrar nas células do sistema imunológico atacadas pelo HIV. Lançamento das campanhas: “Sem Camisinha não Tem Carnaval” e "A Força da Mudança: com os jovens em campanha contra a Aids”.


1999
Número de medicamentos disponibilizados pelo Ministério da Saúde já são 15.
Mortalidade dos pacientes de Aids cai 50% e qualidade de vida dos portadores do HIV melhora significativamente. Estudos indicam que, quando o tratamento é abandonado, a infecção torna-se outra vez detectável. Pacientes desenvolvem efeitos colaterais aos remédios.
Marylin, um chimpanzé fêmea, ajuda a confirmar que o SIV (simian immunodeficiency virus ou vírus da imunodeficiência dos símios) foi transmitido para seres humanos e sofreu mutações, transformando-se no HIV. Testes genéticos mostram que o HIV é bastante similar ao SIV, que infecta os chimpanzés, mas não os deixa doentes.

2000
A 13ª Conferência Internacional sobre Aids, em Durban, na África do Sul, denuncia ao mundo a mortandade na África. Dezessete milhões morreram de Aids no continente, sendo 3,7 milhões crianças. 
Estão contaminados 8,8% dos adultos. O Presidente da África do Sul, Thabo Mbeki, escandaliza o mundo ao sugerir que o HIV não causa a Aids. Realização do I Fórum em HIV/Aids e DST da América Latina, no Rio de Janeiro. A partir de acordo promovido pelas Nações Unidas, cinco grandes companhias farmacêuticas concordam em diminuir o preço dos remédios usados no tratamento da Aids para os países em desenvolvimento.
No Brasil, aumenta a incidência em Mulheres. Proporção nacional de casos de Aids notificados é de uma mulher para cada dois homens.



2001
Implantação da Rede Nacional de Laboratórios para Genotipagem. Brasil ameaça quebrar patentes e consegue negociar com a indústria farmacêutica internacional a redução no preço dos medicamentos para Aids. Organizações médicas e ativistas denunciam o alto preço dos remédios contra aids. Muitos laboratórios são obrigados a baixar o preço das drogas nos países do Terceiro Mundo.
O HIV Vaccine Trials Network (HVTN) planeja testes com vacina em vários países, entre eles o Brasil.
Em duas décadas (1980 - 2001), o total de casos de Aids acumulados são de 220.000.

2002
O Fundo Global para o Combate a Aids, Tuberculose e Malária é criado para captar e distribuir recursos, utilizados por países em desenvolvimento para controlar as três doenças infecciosas que mais matam no Mundo. Um relatório realizado pelo Unaids, programa  conjunto das Nações Unidas para a luta contra a Aids, afirma que a Aids vai matar 70 milhões de pessoas nos próximos 20 anos, a maior parte na África, a não ser que as nações ricas  aumentem seus esforços para conter a doença.
A 14ª Conferência Internacional sobre Aids é realizada em Barcelona. O número de casos de Aids notificados no país, desde 1980, é de 258.000.

2003
Realização do II Fórum em HIV/Aids e DST da América Latina, em Havana, Cuba.
O Programa Nacional de DST/Aids recebe US$ 1 milhão da Fundação Bill & Melinda Gates como reconhecimento às ações de prevenção e assistência no país. Os recursos foram doados para ONGs que trabalham com portadores de HIV/Aids. O Programa é considerado por diversas agências de cooperação internacional como referência mundial.Os registros de aids no Brasil são 310.310.

2004
Morrem duas lideranças transexuais, a advogada e militante Janaína Dutra e a ativista Marcela Prado (ambas grandes colaboradoras do Programa Nacional de DST e Aids). Lançamento do algoritmo brasileiro para testes de genotipagem. Recife reúne quatro mil participantes em três congressos simultâneos: o V Congresso Brasileiro de Prevenção em DST/Aids, o V Congresso da Sociedade Brasileira de Doenças Sexualmente Transmissíveis e Aids e o I Congresso Brasileiro de Aids.
Já é de 362.364 o total de casos de Aids até Junho.

2005
Makgatho Mandela (filho do ex-presidente Nelson Mandela) morre em consequência da Aids, aos 54 anos.
O tema do Dia Mundial de Luta Contra a Aids no Brasil aborda o racismo como fator de vulnerabilidade para a População Negra. Até junho, são 371.827 registros de Aids no Brasil.

2006
O terceiro sábado de outubro é promulgado como o Dia Nacional de Combate à Sífilis.
Toronto recebe 20 mil pessoas para a 16ª Conferência Mundial sobre Aids, o maior evento sobre Aids no Mundo.
Dia Mundial de Luta contra a Aids teve sua campanha protagonizada por pessoas vivendo com Aids.
À noite, em uma ação inédita, a inscrição da RNP+ “Eu me escondia para morrer, hoje me mostro para viver” foi projetada em raio laser nas duas torres do Congresso Nacional, que ficou às escuras, como forma de lembrar os mortos pela doença. Brasil reduz em mais de 50% o número de casos de transmissão vertical, quando o HIV é passado da mãe para o filho, durante a gestação, o parto ou a amamentação.
Acordo reduz em 50% preço do antirretroviral Tenofovir, representando uma economia imediata de US$ 31,4 milhões por Ano. Registros de Aids no Brasil ultrapassam 433.000.




Brasília - Para marcar o Dia Mundial de Luta contra a Aids (1º de dezembro 2006), começou a ser projetada às 19 horas, com raio laser verde sobre o mármore branco das torres do Congresso, a mensagem "Eu me escondia para morrer, hoje me mostro para viver", de autoria da Rede Nacional de Pessoas Vivendo com HIV/Aids. No início, devido à chuva, a projeção só foi presenciada por pessoas que passavam de carro pela Esplanada dos Ministérios. 


2007
O Programa Nacional de DST/AIDS institui Banco de Dados de Violações dos Direitos das Pessoas portadoras do HIV. Em janeiro, a Tailândia decide copiar o antirretroviral Kaletra e, em maio, o Brasil decreta o licenciamento compulsório do Efavirenz.
É assinado acordo para reduzir preço do antirretroviral Lopinavir/Ritonavir.
Em um ano, a UNITAID reduz preços de medicamentos antirretrovirais em até 50%.
Aumenta a sobrevida das pessoas com Aids no Brasil.
Campanha do Dia Mundial de Luta contra a Aids, cujo tema são os jovens, é lançada no Cristo Redentor.
Os ministérios da Saúde e Educação e as Nações Unidas premiam máquinas de preservativos.
Brasil registra 474.273 casos de infecção pelo HIV até junho.

2008
Inauguração da primeira fábrica Estatal de Preservativos do Brasil e a primeira do mundo a utilizar látex de seringal nativo. A indústria encontra-se em Xapuri (AC).
Conclusão do processo de nacionalização de um teste que permite detectar a presença do HIV em apenas 15 minutos. Fiocruz pode fabricar o teste, ao custo de US$ 2,60 cada. Governo gastava US$ 5 por teste.
Brasil investe US$ 10 milhões na instalação de uma fábrica de medicamentos antirretrovirais em Moçambique. Realização do VII Congresso Brasileiro de Prevenção das DST e Aids, em Florianópolis (SC).Prêmio Nobel de Medicina é entregue aos franceses Françoise Barré-Sinoussi e Luc Montagnier pela descoberta do HIV, causador da aids. O alemão Harald zur Hausen também recebe o prêmio pela descoberta do HPV, vírus causador do câncer do colo de útero.

2009
Ministério da Saúde bate recorde de distribuição de preservativos. Só em 2009, foram 465,2 milhões de unidades distribuídas em todo o país.Programa Nacional de DST e Aids torna-se departamento da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde e o Programa Nacional para a Prevenção e Controle das Hepatites Virais é integrado a ele. Desde o início da epidemia, são notificados 544.846 casos de Aids.

2010
Realizada a XVIII Conferência Internacional de Aids, em Viena - Áustria.
Governos do Brasil e da África do Sul firmam parceria inédita para distribuir 30 mil camisinhas e fôlderes sobre prevenção da aids e outras DST durante a Copa do Mundo de Futebol.
Lançada a PCAP 2008 (Pesquisa sobre Comportamento, Atitudes e Práticas Relacionadas às DST e Aids da População Brasileira de 15 a 64 anos de idade). 2 mil agências dos Correios promovem campanha inédita contra a Aids. Lançada a campanha de carnaval de combate à aids. É a primeira campanha com dois momentos: antes e durante, que estimula o uso da camisinha, e depois, que incentiva a testagem.
Travestis preparam material educativo sobre identidade e respeito e lançam campanha de combate ao preconceito no serviço de saúde e na sociedade.
Desde o início da epidemia, são notificados 592.914 casos de Aids no país.

2011
Casas de Apoio de atendimento a adultos com HIV/aids contarão com incentivo financeiro do governo 
federal destinado ao custeio das ações desenvolvidas com crianças e adolescentes.
Ocorre a Reunião de Alto Nível sobre Aids, em Nova Iorque (EUA), para avaliar avanços e obstáculos, na 
resposta global à epidemia de aids. Governo brasileiro doará US$ 2 de cada passagem internacional para medicamentos de  Aids.
Campanha mundial Cabeleireiros contra Aids celebra 10 anos com ação solidária.
Brasil anuncia produção nacional de dois novos medicamentos para Aids - atazanavir e raltegravir. Brasil e França celebram 10 anos em cooperação científica nas áreas de DST, Aids e Hepatites virais.
Ministério da Saúde distribui medicamento atazanavir em todo Brasil.





Nota: Falar sobre HIV/Aids é extenso...tem muito o que ler.
Mas, antes de tudo, refletirmos...quantos já sofreram com essa doença?
Quantos foram tratados de forma preconceituosa por causa dela?
E quantos não tiveram a chance, o poder aquisitivo de se tratarem...
Tiveram tratamento adequado...e como toda doença que surge repentinamente, de forma inesperada, ainda sem uma solução...quantas vidas se foram?
O que me deixou muito estarrecida essa semana; foi ver através de uma emissora de TV que as pessoas hoje, que mais contraem a doença são jovens entre 13 a 19, 24 anos de idade.
13 Anos????
Isso me deixou muito triste....13 anos, pré-adolescente com uma vida inteira pela frente!
E o mais triste...Meninas...o índice maior é do sexo Feminino...
Quem tem filhos...já imaginou? Já pensou?
Eu não sou mãe...mas saber uma notícia dessas...me entristeceu muito.
Eu estou essa semana e durante 15 dias, numa correria danada...mas tive que postar algo sobre o assunto...
Ainda tenho muito material que encontrei na Internet.
Essa postagem , se alguém quiser se inteirar mais, é do site:

http://www.aids.gov.br

Uma boa-noite e beijos doces!!!




Ayesk@

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

28/11 - Sucesso e Bons Ventos ao "Diário de Bordo"!!!



Pessoas que Admiro, Respeito, tenho Carinho e Amizade estão hoje inaugurando o Blog: "Diário de Bordo".


Um Blog Com Pimenta, Opinião, Tendências, Pessoas Humanas, Bonitas, Inteligentes, do Bem e de bem com a vida!
Que podem não tirar nossas dúvidas, pois a ruivinha aqui; não sabe tudo, mas eles (as) com certeza colocarão mais lenha na minha, na nossa, Fogueira Interior!!!

A Tripulação é MQTDB!!

Eroticamente (In) Correto
Deh
Loirinha Ksada
(Mansinho)_da Loirinha
Mr. Scarecrow
Swingers Veronika e Claúdio
Lady SIri
Dorei Fobofilica
Linda Fênix
JK
O Rapaz
!Diário de Bordo!

http://diariodebordoeopinioes.blogspot.com


Viram quanta gente Boa!!!

E estou feliz em ser uma simples passageira e fã deles!!!

Beijos doces carinhosos, Carpe Diem....e Bon Voyage!!!




Ayesk@

Uma Mega Segunda-Feira! E ótimo início de Semana!















Ayesk@

domingo, 27 de novembro de 2011

HQ somente para Adultos...Boa Noite de Domingo!!!


                                   Ler HQ é sexy!!!














































Desde pequena, nem sabia ler ainda  e já adorava ver as figurinhas dos gibis.
Lógico que quando pequena, eram gibis para menores rsrs
Hoje , já crescida....a ruivinha adora HQ para maiores...
E entre eles...Hentais, Mangás, X-Men, ou seja, HQ de todos os tipos...
Tenho dos heróis da Marvel, meus preferidos e já conhecidos da maioria de vocês:
Wolverine, Jean Gray... e o meu  casal mais que preferido por dois motivos:
Vampiros , Lousiana (Cajun) ....descobriram???


Rogue (Vampira) e Gambit...aaaa... Vampira e o Ladrão Francês...meu par  + que perfeito rsrs


Estou postando mais uma vez sobre HQs e espero que curtem...
O videoclip que postarei foi indicado pela minha Amiga Sereia não Ariel, mas, GarotaSemFio...
Estava morrendo de saudades dela e já colocamos o papo quase em dia rsrs

http://www.youtube.com/watch?v=U2YOYk7-WRo
Straight to Number One, girls! 



Beijos doces carinhosos à minha sereia favorita e a vocês pelo carinho!
E ótimo término de noite de domingo e mega semana!


Ayesk@

sábado, 26 de novembro de 2011

Noite de chuva, Chuva de Novembro, Calor no Corpo!!!




















A semana toda fez um calor escaldante....nada de chuva...
Agora a noite, chove...troveja, relâmpagos riscam o céu, nesse sábado.
Meu corpo? Escaldante, suado, quente....
E a chuva cai sem cessar...
Adoro água, adoro chuva... e precisamos de chuva...está muito calor, o sol muito quente, quente demais durante o dia...
Um pouco de chuva para vocês nessa postagem, com um pouco de tudo...
Chuva, fogo, romance, tesão, lembranças....tenham uma noite gostosa!!!



Madonna - Rain Official Music Video





http://www.youtube.com/watch?v=TzFnYcIqj6I&feature=related
Eurythmics - Here Comes The Rain Again





http://www.youtube.com/watch?v=0IEvDanN33E
Set Fire to the Rain - Adele 






Quase não  deu para vir postar ....rsrs

Beijos doces e  molhados!!!  


Ayesk@

Sábado...Minha Folga...Calor, Curtição e uma deliciosa ambiguidade!!!




"Some stories don't have a clear beginning, middle and end. Life is about not knowing, having to change, taking the moment and making the best of it, without knowing what's going to happen next. Delicious ambiguity ..."


"Algumas histórias não tem um começo, meio e fim.
A vida é sobre não saber, ter de mudar, tendo o momento e fazer o melhor dele, sem saber o que vai acontecer a seguir...Deliciosa Ambiguidade..."


(A.Desconhecido)






















































Um sábado repleto de delícias inesperadas, de momentos inesquecíveis, de tranquilidade  e relax  também...Beijos doces!!!








Uma frase:  “Ver a vida, as pessoas, as formas… é um detalhe. Mas, Viver de bem com a vida, amando as pessoas, de todas as formas, é um detalhe que faz toda diferença!” (Desconhecido)


Ayesk@