quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Série: Mistérios de Darukian - V











Um relato relativamente curto e bem diferente dos outros. Dessa vez a vítima foi um homem.

"Corno bêbado. A piada mais infeliz do mundo. Chão. Sete dentes e mais nada."

Assim dizem os escritos:

"Alexei, historiador russo. Renomado, famoso por seu tripé de trabalhos acadêmicos, gosto pelo álcool e "hospitalidade" da mulher. Sempre que estava bêbado vivia a falar que o destino governa as coisas, que somos marionetes e coisas que ninguém ligava. Também contava piadas de cunho erótico, sendo (por causa destas) muitas vezes removido dos lugares gramourosos onde estava. Não sabia que uma foice em riste espreitava o seu jogo perigoso de brincar a toa com as palavras.

Ruas de Moscou, bêbado-cornomansovisky andando sozinho pela madrugada:- Aqueelaa puuuuuuuta, zó zabe ...dá.... se pudesse dava até pro...aquele daqueles escritos antigos...Daru...Daru...ki...aaan?!?!...EIIIII...EEEEEEEEEEI! DARUKIAN, FILHO DA PUTA! VAI COMER MINHA MULHER TAMBÉM? VAI, COME E MATA A DESGRAÇADA ARROMBADA DE EXAUSTÃO, LEEEEEVA A PUTA PRO INFERNO DE UMA VEISHHH!!! - e continuou por algum tempo a xingar Deus, o mundo, Darukian, e a puta. Porém, para sua desgraça, resolveu aumentar o repertório:

- Sabia que...o...oo....O DAKUU...RIAAN...É UM VIADO! VIAADDOOO Um dia...um dia...ele se recusou a enrabar a...deusa...deusa uma porra, aquela puta da Lilith...ele é submisso a ela...cachorrinho viado...aí...aíii ele...recusou...a puta querendo ser enrabada...ele recusou. re...CUSOU, PORRA! VIADO! RECUSOU A PUTA! Aí... ela deu uma surra do caralho nele e no caralho dele...surra de bunda, de foice, destroçou ele e pendurou o viadinho de...cabeça pra baixo...AHAHAHAHA VIADO! Aí...aí ela...puniu também! Fez ele ser tarado por tudo que é rabo de mulher e viver com o rabo da deusa nas cabeças...ahahahaha...ê...quem manda ser viado! Quem manda se recusar de comer a puta da tua dona que os viados chamam de Lilith? (E ele teria continuado, se pudesse...)

- Não pronunciarás o nome da deusa em vão, mortal... - respondeu uma voz sombria e carregada de ódio em um sussurro que ecoou por toda Moscou. - Nunca mais deturparás o nome da deusa ou de qualquer uma, marionete de esposa vadia e arrombada. Nunca mais serás um corno, bêbado, brocha, fresco e fraco, criatura fodida até pelo destino, mais do que pobre de espírito!

Alexei viu um ceifador com uma (foice enorme) gadanha andando lentamente ao seu encontro. Vestes negras, pele pálida, olhos vermelhos. Moscou escutou um som estranho, um sussurro do mais puro ódio que emanava de cada poro de uma poderosa criatura das sombras desrespeitada por um reles mortal de categoria inferior."

Com uma letra diferente, ainda se diz o seguinte:

"Na manhã seguinte, encontraram sete dentes inteiros e um morto. Ou seria melhor relatar o  que restou dele'?"

Darukian, O Ceifador de Orgasmos

P.S.: É...acho que não foi uma ideia mexer com a deusa!!! ahahaha! O destino fez dele uma marionete pra ser fudida mesmo...ahaha!!! Pobre historiador. Pelo menos o livrei do peso de ser corno. Nada contra os mansos que querem, mas o cara odiava e por isso bebia e xingava todo mundo. Enfim irmãos, mais uma alma salva, gozemos! No próximo capítulo, uma punição bem interessante.



Continua...




Nota: Quer acompanhar os Mistérios Orgásticos do Darukian e sua Potente Foice?rsrs

Acessem: http://oladoinversodasletras.blogspot.com/



Escrito por Darukian, O Ceifador de Orgasmos.
Postado por Ayesk@

Nenhum comentário: