quarta-feira, 3 de agosto de 2011

AMANHECER...


Entro lentamente no quarto. A luz é tênue, pois falta pouco para amanhecer e você jaz sobre o leito com o rosto apoiado sobre o travesseiro, seus cabelos caem sobre teus ombros, acariciando teu rosto. O lençol te cobre parcialmente, oferecendo-me a visão de seus ombros desnudos e parte de suas costas, a suavidade de sua pele me chama para acariciá-la, beijá-la; a senti-la como seda a roçar na ponta dos meus dedos. Sua boca desenha um débil sorriso, quase imperceptível. Nunca te falei, mas nestes momentos me sinto mais apaixonado por ti.
Me aproximo devagar, com timidez, com medo de perturbar seus doces sonhos, um pequeno raio de sol entra furtivamente por entre a cortina, para acariciar seu lindo rosto, que trás um sorriso inocente. Esse sorriso cândido, pleno de juventude e felicidade, me atrai como uma força poderosa. É a força da natureza, magnética e eletrizante e...Quem sou eu para resistir às forças da natureza? Quem sou eu...? A resposta me vem imediatamente: Sou aquele que divide contigo o feliz instante que agora desfruta. Eu sou aquele que te acompanha nas noites em que o sono se desvanece e também aquele que divide contigo, caricias e beijos como numa batalha intima de dois seres, onde apenas nossos lábios e nossas mãos são as armas verdadeiras e legitimas.
Quase sem perceber estou a seu lado, de perto a expressão de teu rosto é ainda mais irresistível. Me sento à teu lado, procurando não te acordar com o movimento, querendo ter o peso de uma pluma, sendo consciente que possa parecer impossível não te despertar de seu tranqüilo sono.
Procuro conter a respiração, que me parece ensurdecedora neste momento. Meu coração bate de forma trovejante, o ouço descompassado, tentando saltar para fora do meu peito.
Estendo a minha mão e com o dorso de meus dedos, separo carinhosamente seu cabelo, que escorre pelo seu rosto, esse rosto que é o espelho da minha felicidade. Neste momento o quarto começa a se iluminar, a expressão de seus lábios brilha com luz própria, nesse instante um aroma primaveril de jasmins chega suavemente ao meu olfato.
Não consigo me conter, temendo que acordes com meu contato, me aproximo de ti com lentidão, com a respiração entrecortada, contida na maioria das vezes. Deposito um beijo suave na sua bochecha, a qual cede á pressão dos meus lábios e volta a sua forma natural quando me separo de ti.
Seu corpo se contrai por um momento, como se tomasse um choque. Teu sorriso se amplia um pouco mais, nesse momento gira lentamente o corpo e inconsciente puxa o lençol sobre ti. Abre os olhos lentamente, para depois voltar a fechá-los, feridos pela claridade do astro rei, cujo brilho não pode rivalizar com a luz que desprende do teu olhar.
.Mais lentamente ainda, volta a me olhar, desafiando àquele que ilumina os dias, como se não se importasse com os efeitos de seus raios, que atrapalham o presente da visão e sorri ao ver-me ali como sempre, em mais uma manhã.
-“Bom dia”- Diz sussurrando e sinto sua voz acariciando meus ouvidos, para depois, calidamente percorrer por todo o meu corpo. Me impregno dessa sensação que deixa em mim a tua voz e me deixo inundar por ela.
Me inclino sobre você, para beijar-te, com a segurança de que agora são teus lábios que esperam os meus. Nossas bocas se aproximam, tremem ao primeiro contato do dia, com o mesmo tremor daquela primeira vez em que nossos lábios se encontraram.
Nesse instante que nos beijamos, uma pequena faísca se faz presente no meu intimo, faísca que encontra combustível em meu coração, para em instantes se converter-se em uma chama viva, alimentada por meu amor...Meu corpo treme porque sei que essa pequena chama se transforma neste momento numa fogueira e se tornará um incêndio que arrasa, que queima e abrasa todo o nosso ser, toda a nossa existência. Penso e tenho certeza, que essa chama é a essência de todo o nosso amor.
Esse fogo me consome mais e mais por dentro, inundando-me e levando-me ao céu, onde cada dia me sinto, desde que divido com você a minha existência.
A cada dia, a cada amanhecer, te amo mais, e mais, e mais...






* “Texto original escrito em espanhol”


Escrito por : Dayo_li

Um comentário:

GarotaSemFio disse...

Bom Dia Ayesc@...

Passando p desejar um lindo dia em forma de musica..

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=LMq6thdEnIA

Bjsss e mais