segunda-feira, 25 de julho de 2011

Série : Alfredo & Nice - O Casamento



- Ta vendo Alfredo, você ficou enrolando, agora chegamos atrasados e não tem mais lugar prá sentar.
- Você se esqueceu que eu trabalho Nice?
- Eu sei, mas não precisava demorar tanto no banho né? Daqui mal da prá ver a noiva lá no altar. Olha só como a igreja ta lotada.
- Eu sou mecânico né? E graxa não sai assim tão fácil, vamos andando aqui pelo cantinho, do lado do altar está vazio.
- Vamos ficar quase nas costas do padre, Alfredo? E além de tudo em pé?
- Pelo menos teremos uma visão privilegiada dos noivos
- Ta certo Alfredo, me abraça então.
- Uhmmm, adoro abraçar você, assim por trás.
- Eu também gosto Alfredo, mas... que isso? Você tá de pau duro?
- Não consigo controlar né? Você sabe que eu não posso encostar em você que me dá um tesão danado.
- Eu sei, mas não vê que estamos dentro da igreja? Olha lá, o padre está falando, presta atenção Alfredo e pára de me encoxar. Que coisa!
- Mas eu não entendo nada do que padre tá falando, Nice.
- Claro que não, né? O padre é francês.
- Holandês Nice! O padre é holandês.
- Que seja, a gente pode não entender nada, mas ele ta falando de Deus, então a gente tem que prestar atenção e tira a mão da minha bunda. Ai, ai, vendo isso até que dá uma vontade de casar, não é Alfredo?
- Bem...
- Você não é nada romântico, não é Alfredo? 
- Sente só o meu pau na sua bunda, vê como ta duraço de tesão.
- Fala baixo Alfredo e pára com issooooo, hummmmmm...Está me dando um calor danado.
- Veja só Nice. Essa porta aqui atrás de nós está só encostada.
- Como você é curioso né Alfredo? Não pode ver uma maçaneta que já vai fuçar.
- Vamos, venha comigo, vamos ver o que tem lá dentro.
- E o casamento Alfredo? Não me puxe assim, que pressa...Que isso Alfredo, você trancou a porta?
- Que será que é aqui Nice?
- Não sei deve ser a sacristia ou a secretaria, sei lá. Que isso Alfredo, você ta abaixando as calças?
- Pega aqui Nice, bate uma punhetinha prá mim, olha só minha rola ta até dolorida de tão dura.
- Você não tem jeito né Alfredo? Nossa! Que delicia, acho que também estou com tesão, mas e se chegar alguém?
- Nice, casamento demora prá caralho é um verdadeiro pé no saco, vai dar tempo.
- Aiii, que delicia Alfredo, acho que vou dar uma chupadinha então, já to toda molhadinha.




 - Isssso Niceeee, que boca gostosa, lambe a cabecinha, agora engole tudo, assim, issoo, ahhhhhhhhhh. - Mais rápido gata , mais rápido...Que tesão. – Não pára não Nice, porque parou?
- Você pensa que é fácil engolir um pau grosso de 20 centímetros? Meu queixo já ta doendo.
- Ta certo então tira a calcinha e levanta o vestido até a cintura.
- Você quer me comer aqui Alfredo? Chego até a pensar que você é meio louco.
- Vamos dar uma rapidinha e depois a gente ainda assiste o resto do casamento.
- Ta bem, mas tem que ser rápido hein?
- Deixa que eu te ajudo, hummmmm, que buceta quentinha e ta molhadinha, do jeito que eu gosto. Agora sente-se nesta mesa.
- Mas e essa papelada que tá aqui Alfredo? essa deve ser a mesa do padre.
- Só empurra um pouquinho prá lá. Isso, agora põe as pernas no meu ombro.
- Aii, Alfredo você é demais e essa sua rolana me deixa louquinha. Issso esfrega ela na minha bucetinha, vai, tesão.
- Que buceta gostosa gata, vou te fuder tanto que você vai lembrar para sempre.
- Nãããooo Alfredo, no cu não, não ta vendo que estamos na igreja? Acho que deve ser pecado.
- Ta bom gata, então sente só a cabeçona na entradinha da sua buceta.
- Ahhhhhhhhhhhhhh, ohhhhhhhhhhhh, Alfr....eeeedooooo...Enfia tudo...
- Ohhhhh, gata...
- Isso Alfredo, soca com força, mais forte, ahhhhhh, mete com vontade essa rola na sua mulherzinha, vaiiiii, ahhhhhh, uhummmmm.
 
  
- Ta gostando gata? Sente minha rola durona entrando e saindo da sua buceta. Uhhhhhhhhmmmm.
- Espera aí Alfredo. Tem um santo na parede olhando prá gente.
- É só um quadro Nice.
- Eu sei mas ele ta olhando feio prá gente.
- Feche os olhos e concentre-se só na minha rola que ta todinha enfiada em você. Uhummm.
- Ahhhhhhhhhhhhhhhhhh, uhhhhhhhmmmmmmm, ooooohhhmmm, você é demais Alfredo, me mata de tesão, vaiiii, soca essa pica até o fundo. Uhmmm. - Que delicia Alfredo, seu pau ta me deixando maluca, mete, mete ele até o talo, vai Alfredo...ahhhhhmmmm.
- Assim gata, é assim que você gosta, com violência? Aaaahhhhh
- Sim, e assim que eu gosto, mete a vara sem dó. Aahahhhhh.
- Gata, acho que vou gozar, num to agüentando mais...
- Goza meu amor, me enche com sua porra quente, afogue minha buceta com seu leite.
- Ahhhhh gata, to gozandooooo, ahhhhhhhhh, uhuhhummmmmm...
- Também to gozando gato, continue socando. Ohhhhhh.
- Que gozada Nice, acho que nunca gozei tanto na minha vida.
- Vai tirando devagar Alfredo, senão vai sujar a mesa do homem. Alfredddooo, eu disse devagar, aí, ta vendo? Encheu os livros do padre de porra, espalhou porra na mesa toda, melecou até esse caderno cheio de nomes.
- Desculpe gata, foi sem querer.
- Me dá seu lenço, deixa eu tirar um pouco dessa porra da minha xoxota e das minha coxas. Agora põe a roupa Alfredo, ainda quero ver um pouco do casamento.
- Tava gostoso, num tava gata?
- Tava sim, agora vamos sair sem fazer barulho, prá ninguém perceber.
- Olhando pela frestinha, não vejo ninguém olhando prá cá, vamos gata.
- Olha só Alfredo, a noiva já ta saindo, tudo culpa sua, tinha que inventar uma foda justo na hora do casamento?
- Pensei que ia demorar mais Nice...
- Oh, que gracinha, você viu Alfredo? A noiva sorriu prá mim.
- Ela ta sorrindo prá todo mundo Nice.
- Como você é chato, Alfredo.
- Onde será a festa Nice?
- Bem...Eu não sei direito...
- Mas no convite deve ter o endereço né?
- Convite? Que convite Alfredo?
- Não vai me dizer que viemos num casamento sem convite? Afinal você conhece a noiva ou não?
- Conheço! Quer dizer...um pouco, eu a vi várias vezes passando na nossa rua e...
- Você me mete em cada fria né Nice? Só me faltava essa!
- Cala a boca Alfredo, ali tem um carro com as portas abertas, vamos entrar. Rápido Alfredo, que moleza.
- Mas....
- Entra logo aí.
- Nice, nós nem sabemos de quem é esse carro e...
- Se ele está aqui é porque vai na festa, não custa nada levar a gente né?
- Ai meu Deus Nice...
- Alfredo, você guardou minha calcinha e o seu lenço cheio de porra no bolso?
- Eu não.
- Xiiiiiiii
- O que foi Nice?
- Esquecemos em cima da mesa do padre!!

























Escrito por Dayo_li 

Postado por Ayesk@

Nenhum comentário: