quinta-feira, 7 de julho de 2011

Série: Alfredo & Nice - Entre Velas e Castiçais

- Tô com um tesão danado.
- Fala baixo...
- Eu to falando baixo e além de tudo só estamos nós dois aqui.
- Não! Você está quase gritando e desencosta essa rola dura de mim.
- Caralho Nice, você nem conhece o defunto.
- Eu não conheço, mas a gente tem que respeitar.
- É foda, por causa da sua curiosidade, agora vamos ter que ficar durante a madrugada velando um defunto que a gente nem conhece.
- Eu sei, mas não é culpa minha que foram todos embora, coitado, acho que ele nem tem parentes.
- Puta que o pariu...
- Calma Alfredo, quando aparecer alguém a gente dá uma disfarçada e sai de fininho.
- Como é que vai chegar alguém Nice, com esta puta chuva que ta lá fora?
- Então, também não dá prá gente sair, não é meu querido? Aiiiiiiiii, para de me encoxar Alfredo, vai acabar me derrubando em cima do caixão.
- Olha só gata, sente o meu pau na sua bunda, veja como ele tá duraço, louquinho prá te fuder todinha...
- Me larga Alfredo, não ta vendo o homem aí?
- Ah! Nice ele não liga mais prá isso, aposto que minha rola ta mais dura do que ele.
- Alfredo, você já está me irritando...tira...tira a mão daí Alfredo, olha não vou falar de novo...tira, agora...hummmmm, acho que to ficando molhadinha...
- É assim que eu gosto, molhadinha...hummmm
- Páraaa, pára de chupar o meu pescoço, você ta tão tarado hoje, to até te estranhando.
- Ta não gata, você ta toda arrepiadinha, sentindo minha rola dura na sua bunda, ta até se esfregando nela.
- Não to brincando Alfredo, tira as mãos das minhas tetas, hummm, você provoca depois não agüenta. Olha só o que você faz comigo, eu já tava até esquecendo do homem aí.
- Dá uma pegadinha vai, segura esse cacete que é só seu, só um pouquinho vai.
- Hummmmmmm, nossa Alfredo, ta mais duro do que de costume.
- Então gata, vamos aproveitar, a fase ta boa, que tal uma chupadinha?
- Você ta louco, não ta vendo que tem defunto aqui?
- É só a gente não olhar prá ele, vamos ali no sofazinho e você faz um boquete bem gostoso pro seu macho.
- Ta bom, mas só vou me sentar porque estou um pouco cansada e você comporte-se, afinal estamos aqui para prestar a última homenagem prá esse pobre coitado...tira a mão da minha bunda Alfredo.
- Ta bom, então senta aqui pertinho de mim, deixa eu abraçar você.
- Hummmm, você ta tão carinhoso Alfredo, mas acho que é só porque você quer me comer.
- Claro que não gata, você sabe que eu te amo, amo essa sua bunda, essa sua buceta, você me enche de tesão.
- Que você ta fazendo Alfredo? Ta tirando o pau prá fora? Guarda isso Alfredo...nossa! Vou dar uma pegadinha tá, só uma, ouviu?
- Isso gata, aperta, bate uma punhetinha de leve, vai, isso, ahhhhhhhhh, adoro sua boquinha, que tal ...?
- Nada disso, não vou fazer isso aqui, perto de um morto.
- Vai meu amor, só uma lambidinha na cabeça, aí ta vendo como ele ta babando?
- Só uma ta?
- Isssssooooo, ahhhhhhhhh, engole tudo gata, sua boca é um tesão, vaiiiiiiii...porque parou?
- Já chega, aqui não...o que você ta fazendo Alfredo? Não adianta ficar de joelhos na minha frente, não vou deixar você tirar a...minha calcinha, aiiiiii, você está me deixando toda molhada.
- Assim gata, agora puxe o vestido para cima, me mostre essa buceta gostosa e tesuda.
- Ahhhhhhhhhhhhhhhhhh, isso, chupa essa bucetinha, vê como ta molhadinha, ahhhh. Alfredo você me mata de tesão, morda o meu grelo, ohhhhhh, ahhh, sua língua me deixa louca. Alfredo, Alfredo, já chega, quando chegarmos em casa a gente termina.Ta surdo Alfredo, pára.
- Olha só gata, como ta o meu pau e ele não vai amolecer tão logo, porque você não deixa eu colocar só a cabecinha? Só um pouquinho.
- Mas...e o defunto?
- Ele ta lá quietinho, não vai ter problema.
- Mas eu fico com vergonha.
- Vergonha de um morto Nice? Onde já se viu? Fica de joelhos no sofá e arrebita essa bunda, quero te dar um banho de rola que você não vai esquecer tão cedo.
-Ahh, Alfredo, você me deixa maluca de tesão, assim? É assim que você quer?
- Assim gata, tesuda, sente minha rola na entradinha da sua buceta molhada.
- Vaiiiii, mete, soca essa sua rola na sua mulherzinha vaiii, me come, me rasga, me fode todinha, com mais força Alfredo, atola essa rola na minha buceta, issssoooo, assssimmmm, ahhhhhhhh.
- Ta gostando vadiazinha...
- Que foi isso?
- Não sei gata, acho que acabou a força.
- Ai meu Deus, só faltava essa agora, ficar aqui no escuro com um defunto, cadê seu isqueiro?
- Ta aqui, acho que vi umas velas ali no canto.
- Primeiro veja se o morto ainda ta lá.
- Claro que ta Nice, ele não vai sair por aí caminhando.
- Nice me ajude aqui, vamos levar esses negócios para perto do sofá, assim a gente pode continuar a nossa foda.
- Isso chama-se castiçal Alfredo, cas-ti-çal.
- Ta bom, arrasta esse prá lá, o outro fica deste lado, agora ta legal ficou clarinho, fica de quatro de novo, agora quero foder seu cuzinho.
- Devagar hein, não quero ficar toda arregaçada, agora enfia essa pica no meu cuzinho, vaiiii, meu amor, assim com carinho vaiiii, pode enfiar um pouco mais, ahhhhhhh, ohhh.
- Assim que você gosta né sua malandrinha? Vou atolar a rola até o fim, vou te deixar maluquinha, pedindo mais.
- Aiiiiiiiiii, doeu, caralho, mete, soca com vontade, enfia o dedo na minha buceta, me faça gozar na sua mão, depois quero que encha o meu cu de porra, vaiiii, soca, aaaahhhhh.
- Gata não to agüentando mais, vou gozar, ahhhhhhhh, ssshshsh,
- Eu também to gozando Alfredo, deixa essa pica atolada no meu cuzinho, ohhhhh.
- Isso, aperta meu pau, pisca esse cuzinho, espreme minha rola até sair a última gota, ahhhhh
- Nossa! Quando chegar em casa vou querer mais, agora sai daí Alfredo, lembre-se de onde estamos.
- Olha só, a energia voltou.
- Da uma olhada lá Alfredo, vê se o homem ainda ta lá.
- Ta sim.
- Será que é bom a gente rezar um Pai Nosso?
- Deixa prá lá Nice, a chuva ta parando, se a gente der uma corridinha, a gente não se molha muito.
- Ta bom, então vamos. Tchau moço, desculpe o incômodo.



Nota:Dayo_li é um excelente Autor de Literatura Licenciosa, e um dos meus Preferidos, seus contos eróticos são MQTDB. Com sua autorização estou postando no Blog, a Série: Alfredo & Nice, um casal Apaixonado, Tesudo e Divertido. Vale a pena conferir as Travessuras e Aventuras desse Casal.
Espero que gostem!!!



Escrito por: Dayo Li

Postado por Ayesk@

3 comentários:

SexyButterfly disse...

Não conhecia essa aventura desse casal danadinho... Dayo_li é sempre tudo de bom!
beijos da borboletinha.

Salsicha Mecanica disse...

Parabens pelo blog, acompanho ja faz algumas semanas.
Estou seguindo, se puder, entra no meu blog e siga eu tb. Grato

Fotos da mulherada de Rio Preto e regiao. Atualizadas constantemente. da uma olhada la no mu blog: http://salsichamecanica.blogspot.com

Derek Dick disse...

Uau....essa o Dayo foi alem...rsrsrs....muito bom!!

Branquinha, obrigado por postar no seu blog senao eu fiocaria sem ler tao excitante aventura....

Beijinhos
D.D.