segunda-feira, 4 de julho de 2011

ME DEVORA

Me devora


Acabei de chegar, vem para mim
Do jeito que escreveu, me leva a cama
Abri ou rasga minha camisa
Beije e chupe meu pescoço
Me marca com a tua saliva
Me deixa com teu sabor e batom
Diga as tesudas besteiras, no ouvido




Olhe de forma doce e muito sacana
Estes seios que são de deusa
Na minha boca sempre foram os desejos
Que guardo mesmo distante
Nesta pele branca e curvilínea
Com esse carnudos lábios, cai de boca
E no meu pau sabe fazer felatio e prazer
Pois gosta de dar e sentir esse prazer
Massageai como se fosse o único
Apenas quer o mais duro possível
Retesa ao engolir inteiro e não baba
Certeza da dureza ai senta, urra e geme
Introduzida e preenchida é fêmea
Assim devassa, ensandecida, usada, goza!





14/05/2011

Blog: Erótico Sem Pudor -  http://almeidalucius.blogspot.com/

 Imagem PeleMacia

4 comentários:

Ayeska disse...

Quero agradecer o Carinho e esse lindo Mimo que recebi do Almeida Lucius do Blog Erótico Sem Pudor,que me enviou esse texto: "ME DEVORA" de sua autoria...
Um texto que eu como Mulher e com desejos como qualquer outra; de "Devorar" alguem assim...rsrs
Fiquei lisonjeada e honrada com seu carinho.
E espero postar mais textos de sua autoria.
Obrigada mais uma vez pelo carinho, meu mais novo Amigo e Beijos doces carinhosos da Ruivinha!

Ayesk@

SexyButterfly disse...

Ah, esses poemas do Almeida Lucius...Deixam a gente "daquele" jeito, rsss
Belo presente, hein, ruivinha?
Beijos da borboletinha...

Ulisses Reis ® disse...

Ficou maravilhoso e me sinto honrado que você postou e quer ainda mais teu cantinho é tudo de bom e espero que logo venha a inspiração para um conto, muito obrigado tenha um resto de semana lindo , mil beijos !!!RUIVINHA

Almeida Lucius™ disse...

Me perdoa pois fiz o comentario com o Ulisses, mas é o que eu sinto honta e lisonjesdo por vce e o conto acabou de nascer, " UM POEMA DE MULHAR" ´o nome
acho que vou te surpreender, beijos !!!