terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Valentine´s Day - VOCE é MEU FETICHE!



Meu bem, voce me dá água na boca!
Fico sonhando acordada, imaginando em fantasias sensuais, tirando sua roupa e rolando com voce em busca do prazer que tanto meu corpo pede pelo seu.
A noite no meu quarto, gemo baixinho quando imagino sua boca pressionando a minha, úmida e quente.
Eu o desejo, em meus sonhos mais loucos, quero voce...quero te lamber, te beijar, te chupar, te devorar...enfim quero voce!! Sentir seu corpo, sua boca, seu toque, seu calor, sua força, seu carinho...
Desejo sentir suas mãos e lábios sobre minha pele nua. Queria ver e sentir seu pênis.
Não quero ter recato nenhum. Quero que me agarre entre seus braços e capture minha boca em um beijo intenso, encontro de línguas e bocas ávidas.
Responderei veementemente com a boca muito aberta, deslizando a língua até roçar a sua, explorando as cavidades quentes e úmidas da sua boca masculina. Nossas respirações se farão mais entrecortadas quando voce desabotoar a minha blusa e introduzir a mão para acariciar o meu seio nu, abrangendo toda a turgidez da carne suave e provocando com o dedo polegar meu mamilo duro como uma rocha.
Os sons de prazer se afogarão na minha garganta.
Não lembrarei de ter estado alguma vez tão excitada; estarei morrendo de ansiedade para sentir sua pele nua contra a minha, desejando receber cada polegada de sua ereção dentro de meu corpo. Desprenderei sua camisa com mãos tremulas e explorarei os músculos tensos do seu peito e abdômen.
Morderei seu lábio inferior e deslizarei a mão até a sua braguilha, onde apalparei sua coluna de carne dura como uma rocha.
Me apoiarei em cima do seu peito, e voce aproveitará a oportunidade para introduzir a mão sob a saia e agarrar meu traseiro; eu por minha vez, abrirei o zíper da calça e colocarei minha mão macia e pequena ávida sob sua cueca.
Mão que ficará transbordada de carne ardente e tesa.
Agarrarei seu pênis medindo sua imponência, enquanto trocaremos gemidos suaves boca a boca.
Desejo tanto voce, quero-o tanto, que mal posso esperar que seu pênis penetre contra as paredes da minha vagina, afundando-se nela dura e mais profundamente do que qualquer homem tenha feito alguma vez.
Acariciarei a glande com o polegar, lubrificando-o com as gotas que brotarem da ponta. Sentirei como meu próprio sexo se umedecerá em apaixonada resposta. Incapaz de controlar-me baixarei a mão, levantarei a saia e me sentarei diretamente sobre seu colo. Não poderei esperar, minha vagina reclamará que me penetre.
Deus, essa ardente expectativa pelo iminente prazer me consume.
Afastando a um lado a calcinha, sentarei em cima de voce desejando apanhar seu pênis com meu sexo quente, tentando roçar a cabeça protuberante da glande contra minha fenda empapada. Me acomodarei sobre voce e capturarei a ponta...
Enquanto suas mãos percorrerão minha pele avidamente, afundando os dedos na minha carne macia que receberá com prazer suas carícias.
Desejava ter toda uma vida para explorar cada polegada do seu corpo.
Responderei a suas carícias com o mesmo ímpeto, deslizando as mãos pelas suas costas, atando as pernas ao redor da cintura.
A pele ardente do meu sexo feminino o provocará, roçará de forma enlouquecedora, os lábios vaginais úmidos e quentes contra o pênis enquanto balançarei os quadris, embalando-o entre gemidos. Com apenas uma só investida, estocará dentro de mim.
Cada suspiro, cada gemido, cada som gutural que pronunciarei, fará pulsar mais e mais o seu pênis, endurecendo-o de tal maneira que parecerá a ponto de explodir.
Ahhh,Deus...aaa...maisss...nãopare.....aaa...tesãooo...deliciaaaa...aaa..... 

Eu gemerei, gritarei, ofegarei.
E entre quatro paredes faremos tudo que é permitido. Tudo que quisermos!
E voce sentirá a contração da minha vagina ao redor do seu pênis como se o ordenhasse, apertasse...
Sentirá o abundante fluxo de líquido de toda a minha excitação, tesão, desejo por voce...e voce junto comigo chegará a um orgasmo tão intenso que nossos fluidos se misturarão no momento em que nossos olhares se encontrarem!


 
Nota da autora: Sem rascunho, sem revisão, sem nada, escrito direto e postado.
 
Escrito por Ayesk@

Nenhum comentário: