domingo, 27 de fevereiro de 2011

Orgasmos são infinitos, enquanto duram



Era nosso carnaval particular...
Em seu quarto, na penumbra, com seu perfume me contornando os sentidos. Parada no centro do quarto, de blusa branca de alças caídas e calcinha macia, pequena, que marcava o caminho que meus dedos percorreriam, abrindo caminho para minha língua gulosa e voraz, pude observar seus olhos brilhando, observando meus movimentos lentos, olhos colados em você. Lábios entreabertos, expressão alerta, costas levemente arqueadas... Sua respiração tranquila é o único som audível, além das batidas do meu coração. Seus mamilos agridem o tecido, parecendo querer furá-lo! Eu, só quero lambê-los!
Me aproximo de você, lhe como com os olhos, músculos tensos, circulando sem tocar. As costas da minha mão direita em seu braço, suavemente,deslizando, sentindo a temperatura... Sua respiração acelera, o calor do meu corpo se mistura ao calor que emana de seu corpo. Me aproximo por trás, roçando em você, sem toca-la realmente: meu quadril pressiona de leve, minhas coxas lhe tocam as coxas, por trás.Sinta meu caralho latejando, acariciando, se esfregandopela extensão de seu bumbum retesado, coxas esticadas, na ponta dos pés... Meu queixo em seu rosto, cheirando-lhe os cabelos, meus lábios se esfregando em seu pescoço...
Sua respiração ofegante, seus olhos enevoados. "Não se mexa", sussurro em seu ouvido, minha voz quase não sai. Minhas mãos deslizam por suas pernas, suavemente, pontas dos dedos. Agora agarram-lhe as coxas, com força! Lhe encoxo com vigor, lhe faço sentir meu cacete duro,latejando...
Solto você e me afasto dois passos, arrancando a camiseta. Frente a frente encosto meus lábios aos seus. "Não me toque", repito, tão baixinho que nem acredito que falei algo, a não ser com cada poro em meu corpo! Meu pau pressiona a sunga, querendo saltar desesperado e lhe alcançar. Passo as mãos em seus mamilos. Minhas palmas acariciam-lhe os biquinhos em círculos. Pela expressão em seu rosto, parecem doer com carinho tão suave. Esfrego meus lábios neles, sobre a blusa. Beijo suavemente. Prendo-os entre os lábios. Entre os dentes. Um gemido lhe escapa, dengosa, impaciente. Passo a mão entre suas pernas. Acaricio sua xana devagar, o dedo médio percorrendo a fenda por cima da tanguinha macia. Sinto você molhada. Me afasto três passos. Sorrio brevemente, de forma dolorida. Seguro meu caralho sobre a sunga e aperto. Duro,pulsando. Movimento a mão devagar,pra frente e pra trás... Circulo você, passo a mão na sua bunda, acaricio todinha, tomo posse. Arranco-lhe a blusa. Beijo-lhe os ombros. Mordisco sua nuca. Minha língua desce por sua espinha dorsal enquanto minhas mãos lhe arrancam a calcinha...
Sinto você se curvando levemente, apoiando as mãos espalmadas sobre a cama.Beijo sua bunda macia e gostosa, passo a língua, mordo. Entreabro seu bumbum com as mãos, passando á língua de baixo pra cima. Você geme de maneira entrecortada,passa uma das mãos pelos cabelos, atormentada. Meto a língua em sua xoxota melada. Vou fundo, faço círculos com ela dentro de você. Chupo forte, sugando e beijando,alternadamente. Agora preciso apertar sua bunda com força, enquanto você move o quadril e murmura palavras desconexas,sem sentido aparente. Aperto com força e tento manter a língua fundo, como um vaqueiro tentando se manter sobre um touro enlouquecido a todo custo. Mordo sua boceta ensopada, fodo com a língua e ouço você choramingando, gemendo, mordendo os lábios. Leva as duas mãos aos cabelos e os espalha, olhos fechados, boca entreaberta, gemendo longamente, intensamente! deixa o corpo cair sobre a cama, apertando os lençóis. Me ponho a beijar suavemente sua xana, massageando, acarinhando, aprontando-a para a verdadeira batalha, longa e cheia de surpresas, que se iniciará.
A noite não tem fim. Orgasmos não têm fim. Dizem que são infinitos, enquanto duram.
 




Escrito por Caique

2 comentários:

Piment29 disse...

Minha querida sempre admirei seus contos, eles me tiram o fôlego ... Nossa ... E com isso te deixo um lindo Selo em meu Blog ... Bjus Apimentados ... =)

Ayeska disse...

Oieeeeeeeee Piment29!
Obrigada pelo seu carinho, esse conto é do Caique e ele é ótimo!!!
E fico feliz em vê-la aqui!
Bjs doces carinhosos! E mais uma vez obrigada pelo selinho!