sábado, 29 de janeiro de 2011

Instantes de loucura e prazer


Passava da uma da manhã, o sono não vinha. Rolava na cama inquieta. Decide dar umas voltas para aquietar aquela sensação.
Olhava a paizagem que vinha à frente, o vento no rosto trazia uma paz em seu olhar.
Pára o carro a beira mar. Olhos absortos no horizonte,o cheiro do mar, a brisa, tudo a invade.
Abre a porta, está somente com uma camiseta e uma minuscula calcinha vermelha.
Descalça, caminha pelas areias rumo as aguas. Uma onda vem ao seu encontro molhando seu corpo.
Fecha os olhos e deixa-se perder em devaneios.
Ele aproxima-se, toma-a nos braços num longo beijo, ela se entrega com paixão e desejo.
Suas mãos deslizam por seus corpos ávidos de prazer. Suas bocas famintas se devoram com volupia.
Agora deitados na areia, se entregam à deliciosas caricias.
Beijos molhados cobrem seus corpos, leves frenessis, serpenteiam por seus corpos quentes.
Seus dedos invadem suas entranhas e um leve tremor sacode seu corpo jovem.
Aquela visão o atordoa enlouquecendo seu membro em riste.
Quer penetrá-la, direciona seu mastro aquela gruta rosada, umida.
Instantes de loucura e prazer, num bombar cadenciado, cronômetrado pelo prazer.
Um vai e vem safado, descontrolado agora. Unhas na carne, mãos enlouquecidas, palavras em desatino sussuradas ao ouvido.
Um urro, um grunido de feras no ápice. O gozo, o mel, o fluido escorrido entre loucos gemidos.
Um sorriso, um beijo, um adeus. Separam-se sem dizerem nada, um ate logo ou um adeus.
Rumam para suas vidas, agora com seus corpos satisfeitos, mentes abertas para novas experiências.


- SerenaLoba -




Escrito por LuareSerena 

Postado por Ayesk@

Nenhum comentário: