terça-feira, 12 de outubro de 2010

Samurai do Sexo

Numa grande batalha entre sexo selvagem e o sexo caliente deparei-me preso em um grande calabouço, com braços e pernas totalmente presas sem nenhuma defesa e vejo o corajoso guerreiro aparece em meio a uma grande fumaça é ele,fico sem acreditar no que vejo,mais é o samurai sexo, com sua roupa preta e seus instrumentos de insana tortura ele chega com seu ar misterioso por trás daquela máscara que esconde seu rosto e deixa apenas o brilhar de seus olhos castanhos.
 

Estou deitado em uma cama de ferro fundido completamente submisso de quem quer que fosse, entre correntes, pedindo socorro ele aparece, de súbito, com sua força viril ele quebra as correntes de minhas pernas, arranca o pouco de roupa que ainda me resta, e me envolve num delicioso sexo oral. Fazendo-me gemer de prazer,com sua espada já em riste ele faz com que atravesse meus lábios e chegue até o fim de minha garganta,e eu chupo,mordisco,faço tudo que ele quer pra poder ver-me solto, rogo a ele que me solte mais ele é cruel, muito malvado ele continua fazendo-me engasgar com seu membro quente e latejante, num envolvente e demorado striper ele joga toda sua armadura bem longe como se quisesse livrar-se e assim,volta pra cima de mim ainda com mais fogo, vejo seu corpo grande e moreno avançar sobre minhas pernas e elevar para seus ombros e possuir-me indefeso, sem como me livrar, e mete fundo, soca sem dor nem piedade, e grito de dor, choro, sinto minhas lágrimas caírem em abundancia sobre meu rosto, e ele com seu ar sarcástico, apenas deita-se sobre mim e passeia com sua língua grande e pontiaguda sobre minha face úmida,de lágrimas e suor,eu meio perdido em meus pensamentos,sinto o tocar de seus lábios sobre o meu e beijar-me profundo me fazendo sentir grandes arrepios,depois ele desce com toda volúpia chupando-me e deixando cada parte de meu corpo sensível em grande estado de transe.

Ele fala que eu terei que servi-lo, e eu digo que serei seu serviçal e ao ouvir isso ele me solta e faz-me prometer diante da luz do luar que eu serei apenas dele e eu digo que sim, e ao som de uma música vindo de algum lugar distante, ele canta pra mim a sua música de encantamento, e ao encantar-me, com sua voz suave grave, solta também violentamente meus braços e me faz cavalgar sobre seu caralho completamente duro, e assim sinto cada cm entrando e vou gemendo de prazer e num súbito momento de grande prazer entre suspiros e gemidos dele com o meu,gozamos,e escuto apenas o fim de sua melodia... Serei o serviçal de um samurai Mas eu tô tão feliz! Dizem que o amor Atrai...

Espero que Tenham Gostado, comentem ...

Obs. :Já no finalzinho do conto tem um pequeno trecho da música Samurai de Djavan.

Ass.:™Boy Safadinho

Nenhum comentário: