quinta-feira, 11 de março de 2010

Visita da sobrinha doutora e sua amiga geriatra.

Olá pessoal.
Voces já conhecem minha sobrinha doutora, Paula, de 22 aninhos, cursando o último ano de faculdade de medicina e se preparando para residência em neuro. Paulinha tem um corpinho delicioso, esculpido pela capoeira que pratica desde cedo. Uma delicia no melhor da idade, seios durinhos, coxas torneadas, bundinha durinha e redondinha e bucetinha deliciosa pouco depilada, cabelos castanhos cacheados, como na bucetinha.
Ela e uma colega de faculdade, Sonia que fará residência em gereatria, ligaram perguntando se poderiam pousar em casa pois viriam a sampa fazer inscrição em alguns hospitais de ponta para a prova de residência. Disse que seria um prazer, mas que estava sozinho em casa e a geladeira estava um pouco desfalcada pois minha esposa estava de férias na casa de meu enteado no interior.
No meio da tarde, chegaram e foram logo dominando o ambiente com sua juventude. Sonia, uma loira de 24 anos, que depois confirmei não ser loira autêntica, cumprimentou-me com um beijo e Paulinha com um beijo na boca, um abraço e um aperto na bunda. Sonia um pouco mais alta que Paula, mas não tem um corpinho atletico, mas mesmo assim, vestida com camiseta e calça jeans bem agarrada, notava-se toda beldade. Seios grandes, coxas grossas e bundinha arrebitada.
Levei-as ao quarto de hospedes para se ajeitarem e se trocarem. Paulinha mais atirada e descontraida com a minha presença, voltou para a sala de calcinha e soutien e Sonia de camiseta sem soutien e um short bem colado deixando a bundinha quase toda de fora.
- Tio, fique a vontade, sei que gosta de ficar só de calcinha em casa? Não se acanhe com nossa presença, já contei para a Sonia que voce é um cara descolado.
Fiquei a vontade, de calcinha asa delta preta e fomos até a cozinha fazer um café e conversar um pouco.
- E aí meninas e a facu? tá pegando ou estão tirando de letra?
- Ah tio, sempre pega, mas estamos indo bem e prontas para as provas de residência....
- E o senhor? tem feito os exames periódicos? o último foi quando?
- Paulinha, voce sabe que sempre espero voce para fazer os exames preliminares e os pedidos para os exames necessários. O último foi um junho do ano passado.
- Então tá na hora de fazer? mas hoje não vou me meter, vou deixar a Sonia praticar um pouco, afinal de contas ela vai fazer geriatria?
- Hum, Paulinha, tá bem, mas sabe que sou um pouco timido.....
- Não estressa tio, vamos lá.
Paulinha correu no quarto e voltou com sua maleta e a da Sonia com os instrumentos.
Sonia começou a medição do pulso e auscultar o peito.
- Sua pressão esta boa? voce fuma né? isso não é bom, seu peito esta um pouco cheio.
- Voce faz alguma atividade física?
- Faço caminhada e natação.
- Isso é bom...
- E a alimentação?
- Como de tudo, mas prefiro saladas, pouca carne e frutas. No jantar um lanche mais leve.
- Perfeito.
- Agora uma pergunta um pouco pessoal, mas tenho de fazê-la? e a parte sexual, como esta a sua ereção? qual periodicidade?
- Acho que esta boa. A ereção esta um pouco mais difícil, mas compenso com outras formas de prazer? a periodicidade é 3 ou 4 vezes por semana, depende?
- Nossa, muito bom, a ereção pode ser melhorada com alguns estimulos, hábitos alimentares e evitar o fumo. Mas qual outra forma de prazer voce se refere? E a próstata, tem feito exame de toque?
Paulinha, safada deu-me uma piscadela após as perguntas. Nesse momento perdi a vergonha e me abri.
- Doutora Sonia, a outra forma de prazer que tenho é com meu ânus. Brinco com ele e minha esposa também. A prostata acho que esta boa, o último exame foi a Paulinha que fez?
- E aí Paula, como estava a prostata do Paulo?
- No último exame estava tudo normal, mas acho que deveria fazer outro toque para verificar.
- Até faria mas não tenho luva e outros aparelhos?
- Improvise, use uma camisinha?
Essa conversa me deixou sem jeito e meio encabulado, afinal de contas era uma estranha que iria me explorar.
- Tio, vamos fazer o exame, deite na cama do quarto?
Fomos até o quarto, Paulinha tirou minha calcinha deixando-me pelado e posicionou-me para o exame.
Sonia vestiu a camisinha no dedo e começou a me explorar.
- Paulo, voce esta com o ânus um pouco lasceado?
- Sei doutora, já faz alguns anos que minha esposa explora-o.
- A prostata esta normal, somente o ânus um pouco lasceado, mas isso pode ser considerado normal, visto que sua esposa tem o hábito de brincar com ele. Voce tem relação com homens?
- È doutora, tenho sim mas somente com familiares e sempre com camisinha?
- Como assim com familiares?
- Com meu enteado, com meu cunhado e agora com meu sobrinho?
- Nossa? e isso é frequente?
- Não, só esporadicamente, todos são do interior.A única que é frequente é a esposa.´
- Tome cuidado com doenças venérias, use sempre camisinha e um gel. cuide-se?
- Ei tio, voce se esqueceu de me colocar nessa lista também...rsrsrs. Sonia, eu também já explorei esse ânus com a cinta da tia? é muito gostoso..rsrsrsr
- Paulinha voce é foda né, vai me deixar sem jeito e a doutora vai pensar que sou gay?
- Mentira, ele não é gay não Sonia? ele tem o pinto pequeno mas é gostoso.Peça para deixar comer a bundinha, eu já experimentei, né tio?
- Caralho Paulinha, assim voce vai deixar a Sonia sem jeito?
- Não ligue pra ela doutora ela é espivetada assim mesmo...rsrsrs
- Ih Paulo eu conheço a peça, não ligo não, mas confesso que fiquei curiosa e com vontade de experimentar também?
- Eh,eh, tio, sabia que ela não ia aguentar e acabaria saboreando a sua rosquinha e seu pinto......
- E aí tio.....vamos? vou preparar esse pinto.....
- Porra paulinha voce não tem jeito né......
Paulinha segurou meu pinto e começou a me punhetar enquanto Sonia se despia. Tirou a camiseta e soltou seus seios enormes mas durinhos, com os mamilos eretos....
Quando ela tirou o shorts, comprovei a falsa loira, uma bucetinha carnuda com seus pelos negros bem depilados e uma bunda maior que a da Paulinha mas saborosa.
Sonia ajudou Paula na punheta até meu pinto ficar duro com seus 8cm, então Paula colocou Sonia de quatro na beirada da cama, vestiu uma camisinha no meu pinto e com um gel começou a lubrificar seu ânus.
- Pronto Sonia, sinta que delicia de pauzinho?
- Ai Paulo vai devagar, não costumo dar o cuzinho, meu noivo tem um pau grande e grosso e sempre que tento dói muito.
- Relacha Sonia, o tio come gostoso....
Percebi que o cuzinho da Sonia era apertadinho, então com o gel, fiquei brincando com o dedo até que ela relachou e começei a penetrá-la delicadamente. Enfiei a cabeça, provocando um gritinho e um gemido. Ela retraiu o cuzinho quase esmagando minha cabeça.
- Relache Sonia, assim não vai doer.....
Enfiei a cabeça do meu pinto no seu cuzinho apertadinho, mas assim que entrou, ela começou a gemer de tesão....
- Nossa Paulinha, bem que voce falou, que delicia de pintinho, ai Paulo enfia mais, vai, pode enfiar esse pauzinho todo....
- Tá bom Sonia, vou enfiar ele todo para voce rebolar gostoso, toma tesuda, engole ele todo....
Nem percebi que Paulinha havia saído do quarto, mas logo retornou, vestindo a cinta da Andréia minha esposa, já lubrificada e se posicionou atrás de mim...
- Isso tio, fode gostoso o cuzinho da Sonia, que vou comer seu cuzinho também...
Paula deu um tapa na minha bundinha e começou a enfiar o dedo para lascear minha rosquinha....
- Nossa tio, nem precisa lascear, a sua rosquinha esta no ponto, vou enterrar o meu pau nela..rsrsrs...hummmm...delicia.....
Paulinha enterrou o pau na minha rosquinha até o fundo e começou a socar devagar.
Aproveitei o movimento e socava o cuzinho da Sonia também, que começava a delirar...
- Aaiii, tesão...hummmm....soca Paulo, soca......nunca imaginei que teria tesão em levar no cuzinho, que delicia.....hummmmmmmm.
- Então Sonia, não falei que o pauzinho do tio era delicioso para comer um cuzinho...porque voce acha que só dou o cuzinho pra ele..rsrsrsr
- Ai, Paula, verdade, que delicia de pauzinho, ai caralho acho que vou gozar....Paulo enche meu cuzinho de leite enche...vai...vamos gozar juntos...delicia.....
Sonia gozou e logo em seguida gozei também, mas Paulinha ainda se deliciava na minha bundinha, mas logo parou e convidou Sonia a experimentar....
- Pronto Sonia, vista a cinta e veja porque adoram essa rosquinha.....
Paulinha vestiu a cinta na Sonia, que sem nenhum jeito não acertava o buraco do meu cuzinho, até que Paulinha segurou o pau e enfiou a cabeça no meu buraquinho e soltando o pau disse:
- Pronto Sonia, agora é só enterrar e começar a socar bem gostoso.....
- Caralho, que tesão Paula, nunca pensei que fosse comer um cuzinho com pau e tudo...delicia.....toma Paulo, sente meu pau enterrando na sua rosquinha.....toma tesudo...Bem que voce disse Paulinha, essa rosquinha é deliciosa, olha só essa bundinha redondinha e com marquinha de sol, delicia, mais gostosa do que muita garota da facu..rsrsrsr.
Paulinha só respondia com a cabeça, pois estava mamando meu pinto e logo em seguida ficou de quatro na minha frente na cama e escancarou a sua bucetinha para uma mamada deliciosa....Minha língua enterrava na sua bucetinha e a ponta do meu nariz roçava no seu cuzinho fazendo-a delirar e rebolar de tesão, puxando minha cabeça.
- Ai tio, que delicia, enterra a língua na minha bucetinha, vai, tesão...aiiiiiii...hummmmmmmmm.....Sonia, vou gozar, aiiii....
- Eu também estou quase gozando Paulinha que tesão de metida, caralho.....aiiiiiiii...
As duas gozaram quase que ao mesmo tempo e logo desfaleceram na cama. Sonia tirou o pau do meu cuzinho bem devagar e despencou na cama ao lado da Paulinha que ainda gemia de tesão da gozada.
- Nossa Paula que tesão, foi a primeira vez que dei o cuzinho com tesão e que comi um cuzinho também, que loucura........delirei....
- É Sonia, não falei que meu paciente era especial..rsrsrsrs.
- Agora entendeu porque gostam do meu cuzinho, Sonia. Não resisto e sinto o maior tesão em dar o cuzinho, além de comer uma bucetinha e um cuzinho com meu pauzinho..rsrsrsr
- Paula, nunca imaginei, adorei....
Fomos os três para o banho. Ficou um pouco apertado mas nos deliciamos no banho nos tocando e nos ensaboando, explorando os corpos daquelas meninas deliciosas. Elas me fizeram colocar uma camisinha embaixo d'água e ficaram jogando o sabonete no chão para a outra pegar somente se debruçando e arregaçando o cuzinho para eu dar algumas estocadas.O difícil foi lavar minha bundinha pois ambas ficavam ensaboando-a e brincando com o dedo na minha rosquinha...foi um banho delicioso.
Enfim terminamos, jantamos e fiz elas deitarem cedo para acordarem bem para a prova de residência.
Foi um dia especial e espero que se repita qualquer hora...
Beijos a todos e até o próximo...

Escrito por Sogro

Nenhum comentário: