quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Vistoria do Corpo de Bombeiros


Estava no trabalho , faltavam apenas quinze minutos para as cinco quando Alessandra chega e me fala que tem um homem dos bombeiros fiscalizando o andar e que queria um responsável para responder a um questionário , pensei QUE SACO! plena sexta feira praticamente todos ja tinham ido embora e eu ainda estava cheia de coisas para fazer .
- Alessandra , faz o seguinte mostra as outras salas para ele e peça para ele vir cá que eu respondo o que precisar . - Uns vinte minutos depois ela bate em minha porta .
- Entra..
- Alice já mostrei tudo , olha parece que o questionário é enorme ele me mostrou tem mais de cinco folhas posso chamar ele e ir embora , já está tudo fechado ..
- Que saco heim ? Merda vai ficar me empatando aqui , devia ter ido embora com todo mundo fiquei para adiantar minhas coisas e vou ter que ficar preenchendo papéis para ele?
- Nossa , mas ele é lindo , to até pensando em fazer o próximo concurso.
- kkkkkk.. aí Alessandra , esta eu queria ver , você é uma moleza . Manda ele entrar e pode ir, bom fim de semana. - me levantei e fui até o arquivo guardar umas pastas
- Boa tarde! Não vou tomar muito o seu tempo ...Senti um arrepio subir em minhas costas , aquela voz ... me virei rapidamente e lá estava ele vestido de bombeiro e sorrindo para mim.. irônico, me segurei para não rir ..
- Boa tarde Alice , bom fim de semana e bom fim de semana para você também !
- Obrigado , para você também . disse ele lhe apertando a mão . - Fui ate Alessandra que estava próxima a porta e fechei a porta ele veio por trás de mim e a trancou cheirando meu pescoço e depois se afastando .
- Louco ! O que você está fazendo aqui e vestido de bombeiro?
- Não gostou? Resolvi mudar de profissão ..
- Seiii... - disse me assentando sobre minha mesa e cruzando as pernas ..
- É sério , aqui neste prédio tem um risco muito grande de incêndio... - ele se aproximou e passou a mão sobre minha coxa deslizando até meu joelho e subindo novamente a subindo devagar, eu apenas sorria e o encarava ..
- Veja só ... fogo e este monte de papéis ... abriu minhas pernas e me puxou pela cintura relando em mim , enlacei minhas pernas em sua cintura ficando reclinada para trás apoiada em meus braços e com o pescoço virado para trás - Tá vendo gatinha , isso incendeia muito fácil ... disse cheirando meu pescoço e depois beijando minha orelha.
- Ummmmm... tem um fogo aqui dentro mesmo , que não apaga ... e agora esta incendiando tudo , você vai ter que apagar já que esta aqui...sozinho! ele me puxou pelas costas colando meu corpo no dele , rostos colados , minha respiração já estava descompassada , olhou em meus olhos e disse:
- A intenção é esta ! Começamos a nos beijar ardentemente , nossas mãos deslizavam pelas costas, cabelos e bunda um do outro , beijei seu pescoço e disse:
- Aii que delicia , deixa eu ver direitinho como você ficou de bombeiro deixa... o empurrei e desci da mesa dei uma volta em torno dele devagar com as mãos alisando seu corpo- Delíciaa!! Só falta eu verificar uma coisa.. disse parada a sua frente abrindo o seu cinto .
- O que você quer ver aí dentro heim ?
- A mangueira ... vai precisar dela pra apagar o meu fogo . Joguei o seu cinto no chão e fui o puxando pela calça até um sofá que tem em minha sala , me sentei e fui abaixando sua calça , ele estava com uma cueca branca seu pau já estava como uma rocha passava as unhas por suas coxas , subi com elas pela parte posterior da coxa , olhei para ele e rocei meu nariz e meu rosto em seu pau , mordisquei o cabo por sobre a cueca até onde estava a cabeça e já via uma manchinha de umidade pressionei com a ponta da língua enquanto minhas mãos que lhe alisavam a bunda começava a descer sua cueca por trás .
- Aaaa gatinha assim eu pego fogo também .. suas mãos apertavam meus seios e começavam a abrir os botões da minha blusa..
- A intenção é esta também - ergui meu corpo beijei sua boca , suguei sua língua e mordi se lábio inferior , minha mão punhetava seu pau que já estava meladinho, de leve, fui com o polegar na cabecinha e espalhava o fluído que saía , levei até minha boca e chupei ele desabotou minha calça e a abaixou de uma vez e me puxou mais para si pela bunda encaixei seu pau entre minhas pernas a fechei bem e rebolava enquanto nos beijavamos alucinadamente , ele começou a mover os quadris como se me fudesse , eu arranhava suas costas e braços , já gemia baixinho sentia ele indo e vindo nas minhas coxas roçando em minha bucetinha ,já estava tudo molhadinho pois eu escorria de tesão... não paravamos de nos beijar boca , pescoço ele tirou minha blusa e caiu de boca nos meus peitinhos , chupava , mordia , lambia me levando a loucura , eu seguia comprimindo seu pau em minhas coxas e rebolando ..
- Aaaaa... delíciaaaaa... eu vou gozar.....
- A putinha safada... goza vaii... goza safadinha... ele começou a me beijar sugando forte minha língua , suas mãos foram em minha bunda a apertando e puxando mais para si .
- Aaaaaaaaaa... minhas coxas que já estavam meladinhas escorreram , ele girou nossos corpos e me empurrou de volta até a mesa me beijando sem parar , me deitou sobre a mesa e caiu de boca em minha bucetinha , esfregava a cara nela , a sugava , beijava como se fosse uma boca , ele puxou uma cadeira e sentou, puxou minha bunda quase pra fora da mesa a apoiou com as mãos ergueu e lambeu do meu rabinho até minha bucetinha ...
_Agora vai gozar na minha boca ...sugou meu grelinho ... chupava ... me fodia com a língua eu me retorcia na mesa e apertava meus seios...
- Aaaaaaa...seu bombeiro taradooo... vemmm eu quero você ...ele não parava de me chupar ,- Aaaaaaaaaaa.... gozei e ele não parava.. sugava ainda mais forte meu grelinho eu já não conseguia dizer nada , apenas gemia desvairada e uma mão ja agarrava seus cabelos , as vezes ele serpenteava a língua suavemente sobre meu grelinho e voltava a me foder com a língua, meu corpo suava , sentia calafrios por todo o corpo , minhas pernas começaram a tremer um orgasmo ainda mais intenso se aproximava , meu corpo arqueou sobre a mesa ... quando comecei a gozar ele levantou rapidamente e cravou seu pau inteiro dentro de mim..
- AAAAAAAAAAAAAAAA.... gritei ...minha cabeça girava , senti minhas carnes sendo dilaceradas pelo seu mastro que estava duro como uma rocha ...dor...prazer ... meu corpo se ergueu de uma vez no reflexo e me agarrei em suas costas , ele me abraçou me segurando meu corpo tremia e ele encostou cabeça sobre meu ombro enquanto urrava como um animal durante a penetração.
-Uuuuuuuuuuu...bucetinha gostosaaa... apertadinhaa..aaaaaa , nos olhamos nos olhos seu rosto seu rosto estava todo molhado do meu mel , lambi sua bochecha ,nos beijavamos como loucos enquanto ele estocava em minha bucetinha , minhas pernas enlaçadas em sua cintura, respirações,beijos eu arranhava suas costas e ele puxava meu quadril ... ele me deitou novamente sobre a mesa e ergueu minhas pernas até seu ombro ...
- Aaaaa.... deliciaaaa... mete maiss...aaaaa... gostosoooooo
- Safada!... Gostosa...
- Aaaaaa.... você ta me rasgando....cachorro...aaaaaa
- Quer que pare? ele diminuiu um pouco o ritmo e me olhou desafiando
- Nãooo...não para...
-Safada... estalou um tapa na minha bunda e voltou a meter forte
- Aaaaaaaaa...gozei como uma louca apertando meus seios..
- Isso putinha ... goza no meu pau ...aaaaaa... ele seguia bombando seu rosto já escorria suor , eu me contorcia gemendo e gritando
- Vai gatinho mais forte eu quero gozar de novo ...aaaaaa... vem vaiiii...mete a mangueira em mim vai aaaa
- SAfadaaa... tomaaa..aaaaaaa... eu vou gozar..aaaa
- Goza ,,, goza...enche sua putinha de porra vaiii aaaaa... quando senti os jatos de porra gozei de novo , ele colocou minhas pernas sobre a mesa e ficou olhando seu pau entrar e sair da minha bucetinha agora bem devagar..
- Aaaa...gatinha que bucetinha gostosa... ele reclinou sobre mim e nos beijamos enfiei as mãos por baixo da sua blusa e ele estava pingando de súor ..
- Puta que pariu , bombeiro sofre muito que roupa quente - disse arrancando o paletó e a blusa..
- Rsrsrs... acho que o uniforme foi pensado não para eles apagarem este tipo de fogo viu ,,, sofreu muito com o calor no seu primeiro dia de trabalho?
- Oooo... vou até pedir um aumento ... mas o fogo já acabou ? Não pode acionar o 193 a toa não eu vim achando que era um incendio.. - Sorri para ele e desci da mesa , nos beijamos eu apertava sua bunda com uma mão e seu peito com a outra e desci beijando seu pescoço , seu peito , barriga ... suguei suas bolas, uma por uma..
- Aaaaaa...que boca gostosaaaaaa... chupa vai gatinha ...chupa....aaaaaaaaaa- percorria o cabo com os lábios , beijava lateralmente , o percorria com a lingua.
- Aaaaaaa...cachorraaaa...ummmmm suguei só a cabecinha ele tentava enfiar ele na minha boca eu tirava e sorria para ele e voltava só a lamber ...nossos gostos misturados e seus gemidos me deixavam mais excitada ..
- Aaaa...gatinha engole meu pau vai..aaaaaa...assimm..ummm ...quando comecei a engolir seu pau ele segurou minha cabeça com ambas as mãos e enfiou ele com força , senti minha garganta rasgando ,me deu ansia , sairam lágrimas de meus olhos , cravei as unhas em suas coxas, segurou uns instantes e afrouxou me deixando respirar ,juntou meus cabelos em uma mão e começou a foder minha boquinha.
- Aaaa...safadaaaa... boca gostosaaa...aaaaaa ... fui com a mão e comecei a punheta -lo acompanhando com a boca..
- Goza na minha boca gatinho ....sua gatinha quer leitinho..
- A sua safadinha...eu vou te dá leitinho ....sem as mãos vai ...aaaaaaa... ele estocava forte em minha boca de encontro com minha cabeça que ia e vinha ...- isso gostosa ,,, aaaa...ele me puxou pelos cabelos apertou meu peito com a outra mão e falou baixinho no meu ouvido :
- Depois eu te dou leitinho , este aqui é para o seu rabinho deixa ele bem babadinho por que eu quero te comer todinha hoje..olhei para ele lambi seu queixo e me ajoelhei de novo engolindo seu mastro ele gemia como um louco , falava palavrões e empurrava cada vez mais minha cabeça eu estava adorando meus gemidos eram abafados por seu pau em minha boca , meu grelinho ja doía de tesão , então comecei a me masturbar enquanto o chupava ..
- Aaaaa... gostosaa.......aaaaaaaaaa...assimmm...aaaaaa- Ele me puxou pelos cabelos e me jogou no braço do sofá abriu minha bunda com as mãos e já foi beijando e tentando enfiar a língua levantou eu ainda me ajeitava no braço do sofá e ele já encaixou atrás de mim e segurou meu corpo me firmando ..
- Aaaaaaaa... devagarrr..aaaaaaaaaaaaa- gritei muito alto ele tampou minha boca e seguiu enfiando até o fim urrando como um louco , mordeu meu ombro para abafar o seu gemido..
- Aaaaaaaaa... cuzinho gostosoooo... que saudadeeee.. eu senti como se estivesse sendo rasgada ao meio , ele ficou parado um tempo , beijava e mordia minhas costas e pescoço e com uma mão apertava meu seio e a outra desceu até meu grelinho eu fui com as mãos para trás e enfiei as unhas na sua bunda e coxa.
- Calma...já entrou tudo ...rebola pra mim vai rebola...e seguiu friccionando meu grelinho e beijando meu pescoço .
- Seu tarado...você quer me rasgar no meio é? perguntei ja começando a rebolar em seu pau em movimentos suaves circulares e para frente e pra trás..
- Aaaa...minha putinhaaa...seu rabinho me deixa louco...aaaa... rebola putinha rebola..
- Bombeiro filho da puta...fode vai...fode sua putinha como você quer ..ele estalou um tapa na minha bunda e ficou louco -Aaa putinha vou de foder todinha....
- Fode... vaiii...aaaaaaaa.....gostoso...taradooo ... ele segurava meus quadris e bombava como um louco , nossos corpos faziam barulho se chocando , eu me masturbava enquanto ele me fodia sem dó , cada tapa que ele estalava em minha bunda ardia e me dava ainda mais prazer ..Ele bombava forte e as vezes diminuia o ritmo um pouco e quase tirava o pau e o deixava entrar ate o fim umas tres vezes e voltava a bombar...
- Aaaa putinha escandolosa ,,.. assim o prédio inteiro vai ouvir você , comecei a abafar com uma almofada que puxei , e enfiava freneticamente dois dedos em mim enquanto ele arrebentava meu rabinho , minha mão já estava toda ensopada , senti um calafrio pela espinha e comecei a apertar meu grelinho entre os dedos e a mascar seu pau com meu rabinho.
- Aaaaa... gostosaa... goza ... goza com meu pau enfiado no seu rabo ...
- Aaaaaaaaaaaaaa.... gozei encolhendo um pouco o corpo que tremia ele diminui um pouco o ritmo e puxou minha mão e lambeu meus dedos .
- A safadaaaa ... delicia de putinhaaaaa... eu vou te encher de porra agora ..aaa segurou nas bandas da minha bunda apertando firme e estocava como um louco , apertava com tanta força que seus dedos ficaram marcados em minha bunda , meu corpo tremia ele urrou como um louco e senti os jatos de porra inundando meu rabinho seu corpo tombou sobre o meu, sentia seu coração em minhas costas , ele foi para o sofá se sentar comecei a rir dele cambaleando com as calças abaixo do joelho , ele subiu as calças e sentou me puxando para seu colo dei um selinho nele e ficamos abraçados um pouco..
- Gato to morrendo de fome...
- Eu também , mas vamos ter que ir em casa , não vai querer ir jantar comigo vestido de bombeiro né?
- A você ficou um gato, de onde tirou heim? Alugou?
- Mudei de profissão ja falei ..
- Esta em estagio probatorio então é bom se comportar e trabalhar direitinho viu, foi contratado para cuidar do meu fogo exclusivamente espero...
- A gatinha não seja egoísta os bombeiros são uma instituição pública tem que atender a todas...
- A é seu tarado descarado?
-Calma ciumenta , ainda estou te devendo um leitinho , mas vamos comer algo antes e to precisando de um banho .
-Dois, mas vou querer mais que um leitinho...jurossss
- Eu sei ...por isso você tem um bombeiro particular pra dá conta do seu fogo...
- Hummm , então está bom ... terminamos de arrumar e saímos a noite estava só começando mas aí são novas históriassss...


Escrito por AlicinhaBH

Um comentário:

Amor A Base De tudo disse...

Lindo é de fazer molhar a calcinha...bjsss