domingo, 20 de dezembro de 2009

Dando na Rua

Meu corpo queima , leio contos ...me masturbo ... penso em você , rolo na cama o sono não vem , mais um banho frio a noite está quente , meu corpo mais quente ainda passo meu hidratante coloco apenas uma calcinha preta de amarrar , imagino você a tirando , tento não pensar , acendo a luz tento ler para relaxar meus olhos leem , mas minha cabeça ....minha cabeça está longe fazendo meu corpo ferver ainda mais imaginando seu corpo , seu toque , seu cheiro ... cansei , fico irritada , já que não vou dormir , vou pelo menos dar uma volta, coloco uma saia branca , uma blusa preta tomara que caia , um saltinho e resolvo caminhar até o mirante . Durante o trajeto chego a me arrepender de não ter pego o carro , as ruas estão desertas , cerca de duas da manhã , enfim chego sã e salva , um certo alívio o mesmo pipoqueiro de sempre com seu carro no cantinho do outro lado para não importunar os muitos casais que param seus carros ali a luz do luar , apenas uns dois carros parados me sentei na bancada e fiquei observando a cidade , isso sempre me trouxe paz a cidade toda ali embaixo , imaginar o que cada pessoa poderia estar fazendo alegrias , tristezas , o ventinho fresco no rosto a paisagem , mas confesso meus pensamentos iam e vinham no que as pessoas estavam fazendo naqueles carros e nada de meu corpo parar de queimar .
Pouco tempo depois percebo um dos carros arrancando , olho para trás e vejo ao longe um homem conversar com o pipoqueiro que já fechava o carro para ir já que não tinha movimento, o pipoqueiro seu "João " conhecido de todos que gostam daquele lugar contorna o carro perto de mim , como sempre dá uma secada em minhas pernas um aceno de mãos e segue seu caminho, continuo olhando o horizonte e sinto um perfume familiar , fecho os olhos uns instantes viajando naquele cheiro até que sinto alguém encostar atrás de mim e colocar um coco em minhas mãos sobre meu colo.
-Continua vindo aqui quando esta triste?
- Que susto! - peguei o coco de sua mão ele se senta ao meu lado e toma um pouco do dele.
- Susto? Você não deve ter medo de nada , sozinha uma hora destas ,pelo jeito a pé .... você não tem medo de nada.
- Não estou triste , a noite é que está muito quente, só isso ! Gosto daqui , sinto paz. Olha como a vista é linda.
- Realmente ... disse dando uma olhada para trás com desdem ...- Mas prefiro a que estou tendo agora - me olhou de cima embaixo e sorriu - Espera um momento. Apenas confirmei com a cabeça , continuei tomando meu coco ele foi até seu carro e o trouxe para perto de onde estávamos , desceu subiu na parte da frente do carro.
- Vem gatinha! - disse em pé sobre o carro
-Você é doido , vai arranhar seu carro - me levantei e fui até ele que me deu a mão e me ajudou a subir , ele sentou encostado no vidro e me puxou para deitar em seu braço , tentava ajeitar a saia que subia muito e ele riu ..
- Já vi estas pernas , para de bobagem ...depois é sempre bom vê-las de novo.
- Seiiiii, não sabia que estava na cidade. disse encostando em seu peito aproveitando para sentir seu cheiro que tanto me faz falta - ele acariciava meus cabelos...
-Cheguei a pouco , só tomei um banho , estava tarde para te ligar resolvi vir aqui até amanhecer ,ia para a porta do trabalho te esperar , só fico hoje tenho que viajar ..- eu percorria os dedos lentamente sobre seu pau que estava duro e nas suas coxas.
- Veio só me ver? disse me levantando do seu peito , ele sorriu e me beijou , um beijo maravilhoso , nossas línguas duelavam com uma mão ele segurava meus cabelos próximo a nuca e os apertava a outra apertava meus peitos e abaixava minha blusa ,minha mão estava uma sobre seu pau ainda dentro da calça e a outra arranhando suas costas ...
- Senti tanta saudadeee... sussurrei entre beijos e subi para o seu colo de frente para ele sem parar de nos beijar , tirei sua camisa apertava seus peitos descia arranhando até a barriga fui com as unhas até suas costas rebolando suavemente sobre seu pau , ele fechou os olhos por uns instantes com o pescoço arqueado para trás , beijei seu pescoço ele tocou meus seios foi com a mão até meus quadris e os forçava me fazendo roçar mais forte em seu caralho que quase furava a calça , olhei safadinha para seu pau e percorri os olhos até seu peito , como ele era lindo , adorava seu abdômen, seus braços tudo nele me inebriava nos olhamos nos olhos ele me puxou pelos cabelos e me beijou ...
- Também não estava aguentando de saudade minha manhosinha, enfiou a língua em minha orelha , uma mordidinha desceu beijando pelo pelo pescoço e começou a beijar meus seios , chupava forte eu gemia como uma putinha nem me importava em estarmos no meio da rua e rebolava em seu pau , as vezes parava olhava e só passava a língua em volta do biquinho e na pontinha para depois engolir ele de novo..
- Aaaaaaa.... que deliciaaaa ....aaaa ....assim eu vou gozarrrrr puxava seu cabelo com uma mão e arranhava sua costas com a outra , gemia , beijava sua orelha nos beijavamos e ele voltava para meus peitos e pescoço..
- Goza minha putinha ... quero você bem meladinha - ele ergueu o resto da minha saia com as duas mãos - Nossa eu adoro suas calcinhas ! desamarrou os dois lados ele passou o dedo em minha bucetinha carequinha que já estava toda molhadinha - Eu preciso sentir você! apenas ergui o corpo e ele abriu rapidamente a calça a empurrando para baixo seu pau pulou para fora lindo , fui me abaixar para chupar ele me segurou pelos cabelos e me beijou nos engolíamos meu corpo todo arrepiado beijava sua boca , pescoço mordia sua orelha enquanto ele se ajeitava no capô do carro , foi com a mão e guiou seu pau o encaixando na portinha da minha buceta , segurei o corpo e movia os quadris de forma circular só com a cabecinha encaixada abraçada a seu corpo apertando suas costas , gemia muito , minha respiração já estava toda descompassada ele apertava meus quadris e me puxava para baixo e beijava meu pescoço..
- Senta gata ... senta ! Eu quero sua buceta..aaaaaa
-Aaaaaaa... soltei meu corpo sentindo cada centimetro do seu pau me preenchendo - Também quero seu pau..aaaaaaaaaa....que deliciaaaaaaaaaa - a medida que seu pau entrava sugava ele com minha bucetinha e mascava meu corpo já tremia sentia seu pau pulsar dentro de mim suas mãos apertavam firme minha bunda ..
- Uuuuuuuuu... que bucetinha gostosa ...aaaaa - fiquei com ele atolado em mim sentindo as pulsações de nossos corpos , meu corpo todo tremia eu gozava minha cabeça rodava fechei os olhos deixando meu pescoço cair para trás circulando os quadris lentamente ... - GOSTOSA! estalou um tapa forte na minha bunda acordei do meu tranze e ele me puxou pelo cabelo me beijando com volúpia , comecei a subir e descer do seu pau cada vez mais rápido , gemidos , beijos mordidas nossas mãos e boca não paravam , já pulava em seu colo gozei gritando como uma louca mas ele puxava meus quadris com as mãos não deixando que meu ritmo diminuísse , as vezes tínhamos que arredar um pouco para cima pois escorregava e eu voltava a pular já suavámos ele urrava como um animal , apertava meus peitos , beijava, chupava , mordia me deixando cheio de marcas ..
- Aaaaa... que saudade deste cacete ...aaaaa como ele é gostoso! Aaa...morde seu cachorro mordeee...aaaaa
- Safada gostosa! ... aiii assimmmm.... gostosa... eu vou gozar sua putinha goza mais no meu pau goza .... aaaaaaaa ele me puxava para si , peguei seu rosto e o puxei o beijando , toda vez que ele ia golpear os quadris começavamos a escorregar e precisavamos ajeitar para trás , minhas pernas estavam dobradas segurei em seu pescoço e coloquei meus pés próximo ao vidro onde ele estava encostado arqueei meu corpo para trás apoiando em meus braços sobre o capô e comecei a empurrar meu corpo pro sobre o dele ..
- Putinha safadaaa...aaaaaaa... gostosa ele que puxava meus quadris com as mãos , tirou e apoiou as mãos ao lado do seu quadril firmando e golpeando violentamente seu corpo sobre o meu ..
- Aaaaaaaaaa...gostosoooooooooooo ... ta me rasgando...aaaaa eu vou gozaaaaaa
- Vou te rasgar toda puta gostosa , goza , goza no meu pau comigo aaaaaa disse rangendo entre os dentres
- Goza ! Goza! Goza comigo..aaaaaaa...enche sua putinha de porra aaaaaa
- Safadaaaaaaaaa...aaaaaaaa.... tomaaaaaaaa... tomaaaaaaaa gozei gritando como uma louca , seu rosto estava vermelho , enquanto eu gozava aos gritos senti os jatos de porra me invadindo aumentando ainda mais meu frisson
- Aaaaaaaaaaaaaaaaaa... mordi meus lábios meus braços tremiam , ele urrava como um lobo e me dava estocadas firmes e precisas , meus braços bambearam , ele colocou o quadril no carro e me puxou pelas costas antes que eu caísse deitando a cabeça entre meus peitos agarrado a mim , foi subindo me levantando e me abraçando com as duas mãos entre meus cabelos me puxou e nos beijamos deitei a cabeça sobre seu ombro e o abracei forte .
- Vem eu quero te chupar ... to com saudade desta bucetinha.. - disse me colocando ao seu lado e escorregando até a frente do carro ..
- Você quer e me matar! me ajeitava no capô limpando o súor do rosto ele pegou meu pé e me puxou ..
- Quero sim gatinha , vem fica quietinha ... assimmmm colocou minhas pernas dobradas sobre o capô , e olhou minha bucetinha uns instantes , meu grelinho rosado inchadinho de tesão , desceu e sugou o grelinho forte me fazendo gemer e arrepiar inteira , estava escorregando ele firmava minha bunda com as mãos e se abaixou eu deitada contorcia de tesão ele esfregava a cara em minha buceta , enfiava sua língua em mim , esfregava a língua em meu grelinho , depois a passava de um lado para o outro e sugava eu escorria em todos os sentidos uma das suas mãos foi mais para o centro da minha bunda que já escorria meus líquidos ele começou a passar um dedo em volta do meu buraquinho quando comecei a gozar pela segunda vez com sua chupada ele enfiou o dedo de uma vez fazendo meu corpo erguer e cair novamente ..
- Aaaaaaaaaaaaaaaa... cachorrooo!!! ele começou a chupar com mais intensidade ainda , esfregando sua cara entre minhas pernas ,me mordendo enquanto seu dedo entrava e saia de dentro de mim , em instantes eu gozava novamente gritando e me contorcendo ele chupou tudo e levantou vendo meu corpo trepidar só seu dedo não parava agora em um ritmo mais lento , desci do capo ficando a sua frente seu rosto estava todo molhado lambi seu queixo e nos beijamos o empurrei para o capo do carro e me ajoelhei na sua frente , seu pau já´estava em riste ele bateu com ele na minha cara de um lado e do outro sorri para ele o lambi da base até a cabecinha lhe arrancando um suspiro , enfiei minha língua no buraquinho onde já fluia sua essência esfreguei meu rosto nele de olhos fechados enquanto ele juntava meus cabelos em uma mão , lambi toda a cabecinha e a suguei ,chupando movimentando minha cabeça e a chicoteando com a lingua..
- Aaaaaaaaaaa.... gostosaaaaaa.... isso gatinha chupaaa.........aaaaa........assimmmmm.. comecei a engolir seu pau sugando forte deixando ele entrar e sair da minha boca olhava para ele quando saia lambia e voltava a engolir - Se me olhar assim eu vou encher esta boquinha de leitinho ..sorri para ele falei enquanto descia ate suas bolas
- Dá leitinho pra sua gatinha , dá - lambi entre as duas bolas e engoli uma de cada vez
- Aiiii que delicia ... gostosa... chupa vaiii....aaaaaa...isso suga a cabecinha ..aaaaaaaa... engole ele sua safada , engole vou foder esta boquinha ..aaaaaaaaaaa....abocanhei o que deu , ele segurou minha cabeça com as duas mãos e movia os quadris fodendo minha boca , gemia , xingava meus gemidos eram abafados por seu pau , meu grelinho já doía de tesão de novo apoiei em sua coxa com uma mão e com a outra friccionava meu grelinho gemendo ainda mais com ele bombando cada vez mais forte ..
- Puta gostosaaaaa..aaaaaaaa... vai gozar comigo fodendo sua boca é safadaaa , ele segurava meu rosto com as duas mãos inclinando mais meu rosto para olhar para ele e com um dedo limpou um pouco das lágrimas que escorriam dos meus olhos ..- Aaaaaa...caralho que boca gostosa... vou rasgar sua garganta e te encher de leite ...aaaaaaa..- eu engasgava as vezes ele diminuia e voltava a bombar forte , as vezes nem ligava eu gemia cada vez mais ,mas eram abafados pelo seu pau as vezes tirava da boca para respirar ele batia ele na minha cara e já enfiava com tudo em minha boca e bombava cada vez mais forte..
- Sua cachorraaaa...aaaaaaaaaaaa...você me deixa louco ... toma! ...aaaaa toma! ele metia cada vez mais rápido ,meus dedos não paravam gozei dando uma tremida no corpo e um gemido mais alto e passei a apoiar com as duas mãos em suas pernas - Gozou ???.... é muito safada mesmo ..aaaaaaaaaaaa - ele estava descontrolado com uma mão segurava meu rosto a outra agarrada a meus cabelos puxando forte , golpeava minha boca me deixando sem ar , seus gemidos , urros , seu cheiro me deixavam mais louca e eu debatia minha lingua de um lado para o outro enquanto ele estocava sem parar... - Vou gozar na sua cara ! Quero ver você toda gozadinha aqui no meio da rua minha putinha .. disse sem diminuir o ritmo , apenas levantei o olhar para ele , seu rosto estava transformado pelo prazer e fiquei olhando enquanto bombava senti seu pau se agigantando ainda mais as veias ainda mais pulsantes e ele arrancou o pau da minha boca o punhetava com a mão que estava em meu rosto a que estava em meu cabelo a puxava firme para trás e ja senti dois jatos caindo sobre meu rosto fui com a língua para fora mas ele empurrou minha cabeça com as duas mãos e cravou todo ele em minha garganta ,senti rasgando um pouco de ânsia e já veio mais um jato direto em minha garganta ele afrouxou as mãos , bombeando agora mais lentamente o quadril suguei forte e massageando suas bolas deixando seu pau entrar e sair da minha boca engolindo e sugando tudo que saia agora .
- Aaaaa.... nossaaa! - deixou seu corpo cair sentando sobre o capo do carro ainda sem soltar meus cabelos , mas agora de leve - Você fica muito linda assim ... comecei a rir estava com a cara toda gozada ele me puxou e me abraçou me limpou com a blusa dele que estava sobre o carro enquanto eu abaixava a saia e levantava a blusa , ele vestiu a calça e me puxou me abraçando ..
- Você é muito maluquinha mesmo ...
- Só eu é? Engraçadinhoooo!!! belisquei sua cintura começamos a rir ,nos olhamos demos um beijo delicioso intenso cheio de carinho e cumplicidade e ouvimos um carro subir a rua começamos a rir eu calcei um tamanquinho que achei perto de onde estavamos e comecei a procurar pelo outro , ele ficou ajeitando o cabelo e rindo ,achei jogada do lado do motorista ele veio por trás me abraçou , me virei para ele nos beijamos ele abriu a porta eu entrei pelo lado dele mesmo e fui para o outro banco e ele entrou logo atrás ...
- Pra onde vamos agora gatinha , você não vai trabalhar hoje já vou avisando ..
- Nem se você me mandasse ir , não vai ficar só hoje? Não desgrudo de você..
- Estou com fome !
- Você vive com fome , vamos ver o sol nascer aqui depois a gente vai , ai você escolhe..
- Ta bom ! - ele deitou o meu banco e foi se enfiando em baixo de mim para ele sentar nele me colocando em seu colo- Então vem cá minha gatinha manhosa ! - ele se ajeitou no banco eu fiquei em seu colo deitada em seu peito com as pernas jogadas no banco do motorista ele mexia em meu cabelo enquanto eu me aconchegava em seu colo sentindo seu cheiro e seu coração , o dia já começava a clarear ficamos ali até o sol nascer e depois ... bemmm depois já é uma nova história!

Escrito por AlicinhaBH
Postado por Ayesk@

Um comentário:

Amor A Base De tudo disse...

Completamente ofegante. Aliás, orgástico! Toma cuidado com o que escreves, moça, pois um dia desses alguém pode ter um infarte de tanta emoção e sensação reunida num único texto.

Bjsssss