segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Consolando meu primo


Olá pessoal antes de ir pra balada vou contar quando encontrei meu primo depois de um porre que ele tomou por causa de uma garota. Seu quarto com algumas garrafinhas de Smirnoff esparramadas pelo chão .
Minha tia me pediu para ir lá falar com ele, enquanto ela ia na missa de domingo a noite. Ele havia chegado de manhã e havia dormido o dia inteiro.
Enquanto eu pegava um saco de lixo preto e ia colocando as garrafinhas, fiquei olhando o corpo nu do meu primo esparramado no colchão de sua cama.
Carlos Alberto era mais velho que eu uns 5 anos e nos dávamos bem.
Quando fiz 16 anos, sem querer ele me beijou e quase fizemos outra coisa também...rsrs
Relembrando, Carlos Alberto ou Cabeto (como o chamávamos) estava nu e esparramado na cama, seu corpo bonito e eu olhando feito uma idiota.
De repente pisquei meus olhos, ele estava acordado e me olhava fixamente, o pau entre suas pernas ereto.
Ele com toda calma pegou o lençol e jogou sobre sua ereção.
- É uma mulher, não é? – perguntei olhando seus olhos que sempre eram maliciosos e nesse dia estavam tristes, cabisbaixos.
- Como sabe? Você é nova para saber essas coisas.
- Posso ser nova primo, mas não sou ingênua...rsrs – Gosta dela?
- Sim, perdidamente. Mas como sou um imbecil, fudi com tudo.
- Humm o que fez?
- Bom deixe pra lá...o que esta fazendo no meu quarto?
- Sua mãe; minha tia, me pediu para vir aqui conversar com voce...ver como estava e colocar um pouco de juizo na sua cabeça.
- Hum na de cima ou na de baixo? – com um sorriso malicioso, meu primo Cabeto fez sinal para que sentasse ao seu lado.
- Senta aqui do meu lado, Se...ou melhor senta aqui... – apontou mostrando suas coxas.
Já estava afim de ser fudida pelo meu primo há muito tempo.
Ele era lindo e muito gostoso.
Minha bucetinha já estava molhadinha só de ve-lo esparramado na cama.
Eu tirei minha tanguinha , levantei a mini saia jeans e com um só movimento retirei a regata. Só com a saia em volta da cintura, me sentei em suas coxas, frente a frente, comecei a beija-lo e acaricia-lo. Seu pau se encaixou no meio das minhas coxas com pelinhos dourados. Sentia minha umidade e a xotinha piscar de tesão.
Eu estava excitada, lubrificada e comecei a me mover em seu colo, procurando o encaixe.
- Humm priminha...- posicionando-se na entrada da minha xotinha melada ele murmurou com a voz rouca.
- Priminha , que bucetinha apertada, que tesão de xoxotinha...
- Primo...Cabeto...que pau gostoso, vem , me dá ele inteiro! Quero! Coloca ele bem fundo na bucetinha da sua prima e imagina que sou a garota que você ama! –
Cabeto foi empurrando o quadril contra o meu e fiz o mesmo, ajudando-o com a penetração.
- Hummm que gostoso....
Eu gemia e estremecia , enquanto sentia meu primo enfiando lentamente seu pau grosso na minha bucetinha apertada, pouco a pouco, fui sentindo cada centimetro.
- Enterra! – pedi soluçando... – Põe seu pau todinho dentro da xotinha da sua prima.
Foda-me Cabeto...quero ser fudida por você! – golpeei meu quadril contra o dele e seu pau entrou todinho...só ficando as bolas.
Nossos pelos se enroscaram, enquanto nos olhamos e ficamos imóveis por um instante.
Nossas bocas coladas em um beijo , enquanto eu sentia o prazer da penetração do pau do meu primo dentro d aminha bucetinha estreita e apertada.
- Oh, que delícia, primo....esquece ela... – suspirei movendo meus quadris em círculos, deixando-o louco.
Cabeto iniciou lentos movimentos de vai vem , enquanto eu suspirava e gemia a cada estocada lenta , profunda.
- Ah está bom assim priminha vadia, putinha...
- Oh sim continue...hummm ta gostoso demais primo...
- Quer mais rápido? Mais forte? – me perguntou enquanto acelerava seus movimentos.
Eu gemia e arfava, minhas unhas cravando-se na pele dele, os meus dentes mordendo-lhe os ombros. Ele foi acelerando mais e mais , até atingir um ritmo frenético.
- Estou gozando!!! Oh como é bom...como é gostosoooo....mais...
- Eu também vou gozar prima....
Gozamos juntos enquanto eu sentia seus jatos de porra.
Estremecemos. Meu primo me beijou e apertou meu nariz.
Odiava quando ele fazia isso.
- Vai procura-la?
- Hummm sinceramente? Não sei...não sei como fazer , como voltar e retomar tudo que interrompemos antes da minha burrice.
- Se você a ama primo, vai descobrir isso facilmente...
- Prima, você foi uma garota legal!
- Humm sabe...gostaria de ser ela! – disse enquanto acariciava seus cabelos macios.
- Gostaria de ser pelo menos hoje, ela?
- De verdade?
- Sim prima, seja ela e me ame com todo o tesão , com todo o desejo... – e me abraçou.
- Sim primo, serei ... sou ela...faça amor comigo agora...quero-o tanto...me faça sua putinha, primo...
Bom pessoal até a proxima...estou atrasada pra balada..rsrs



Escrito por Ayeska (Selene_Thevampireslayer)

Nenhum comentário: