quinta-feira, 27 de agosto de 2009

O mecânico fodendo a patricinha

Estes dias, meu pai estava pra me levar no shopping era um final de semana, e o motorista estava de folga, eu estava vestida num vestidinho bem curtinho de tecido leve azul claro, uma sandália de salto alto branquinha, cabelos presos tipo rabo de cavalo. Durante o caminho estava um certo trânsito, meu pai cortou caminho por um outro bairro, porém pra nosso azar, o carro quebra bem lá, uma rua de periferia, garotos jogando bola na rua, meu pai pede pra mim esperar, desce do carro, e sai andando, vejo ele sumir na esquina da rua e eu ali sozinha, já estava nervosa.Vejo depois de uns 20min, meu pai voltando com um negão, usando um macacão todo sujo, aquele homem me deixou excitada, adoro homens assim, eles se aproximaram, ele me olhou dentro do carro, com sua cara de mal, eles abriram o capô do carro, o negão mexeu, depois ele fechou o capô e veio abriu a porta entrando no carro, e falou “oi mocinha”, me olhou todinha, fiquei arrepiada, nem tive voz pra responder apenas sorri, ele pegou e ligou o carro, mas disse ao meu pai que não duraria muito, precisaria levar na sua mecânica, meu pai aceitou, entrou no carro na porta de trás, e o negão foi guiando o carro até sua mecânica, não parava de olhar minhas pernas, meu pai me apresentou a ele, e ela disse “sua filha é muito bonita patrão”, sorri, chegando na mecânica, descemos todos do carro, fiquei encostada no capô da frente, e eles conversando um pouco a minha frente, meu pai então veio até mim, pedindo se eu poderia esperar ele ali, pois como na mecânica não aceitava cartões precisaria passar no caixa eletrônico pra pegar dinheiro, eu aceitei disse que tudo bem, meu pai saiu, ficamos só eu e o negão naquela mecânica implantada na garagem da casa dele, ele ficava me olhando, todinha o tempo todo, dei uma de chatinha, falando “vai demorar moço”, e ele falava talvez mocinha, então, ele pegou deitou no chão, entrando um pouco pra baixo do carro, eu continuei no mesmo lugar, e notei de diversas vezes ele dava um jeitinho de olhar pra minhas pernas e deveria estar conseguindo olhar minha calcinha, branca, de rendinha, aquilo me excitava, eu adoro me exibir e provocar, então quando vi ele um pouco mais pra debaixo do carro, enfiei a mão debaixo do meu vestidinho, e comecei a abaixar minha calcinha, ficava de olho na sua, não muito longe escutava o barulho das crianças jogando bola, minha calcinha foi descendo e deixei a cair sob meus pezinhos, vi ele parar, deveria estar me olhando, vi ele se movimentar, se ajeitando pra me olhar, tirei minha calcinha dos pezinhos, a deixando no chão mesmo, vi sua mão indo pegar, que safado, fiquei rindo baixinho, ele deve ter cheirado, depois vi ele colocando no bolso, agora ele tinha a visão da minha bucetinha, raspadinha, eu abria um pouco mais as pernas, pra que ele pudesse ver melhor, olhei pra ele, e vi um volume enorme no seu macacão, nossa aquilo me deixava doidinha, então tirei meu pezinho da sandália e levei ele até seu pau, por cima do macacão, e comecei a pressionar, apertando ele com os dedos no meu pezinho, parecia ser bem grande, uhmm então senti a mão dele, vindo na batata da minha perna, e descendo, deixando-me um pouco suja, de óleo, mas eu adorava aquilo, e desceu até meu pezinho, acariciando ele, e pressionado ele com sua mão seu pau, então "moço, você poderia me ver um copo d'água, estou com sede", ele saindo de debaixo do carro, limpando o suor da testa, falando "claro mocinha, vem comigo", fomos entrando para dentro da casa, acho que ele morava ali, tudo muito simples, tudo tinha cheiro de graxa, aquilo me excitava mais ainda, chegamos na cozinha ele pegou o copo enchei e me entregou, comecei a beber olhando pra ele, deixei um pouco de água sair escorrendo da minha boca, descendo por entre meus seios, e ele acompanhada aquela água, bebi a água, me virei de costas indo em direção a pia, deixando o copo lá, foi ai que senti ele me agarrando por trás, enfiando a mão por dentro do meu decote agarrando meus seios, e falando no meu ouvido que ira me foder, fiquei molhadinha, rebolei no seu pau, empinando mais ainda, ele puxou as alcinhas do meu vestido, e ele caiu sob meus pés, fiquei peladinha, ele abriu o zíper da sua calça tirando seu pau pra fora, fiquei olhando de ladinho, e então ele chegou me encoxando, roçando meu pau na minha na minha bunda, suas mãos agarravam méis peitos apertando eles, deixando eles sujos de graxa, e óleo, ele beijava, mordia meu pescocinho, eu abria mais minhas pernas, me esfregando nele, então ele segurando seu pau ajeitou ele na portinha de minha bucetinha e socou de uma vez e forte, dei um grito, e ele bombava forte me segurando pelos peitos, e metia sem parar, puxava meu cabelo, virando meu rostinho, beijava minha boca, brincando com minha língua, depois de bombar muito ele tirou o pau dele de dentro de mim, puxou meu cabelo me mandando ajoelhar, obedeci, e ele enfiou seu pau na minha boca e eu engoli tudinho, era muito grosso, e ele segurando minha cabecinha começou a forçar seu pau na minha boca, metendo, eu ficando quase engasgada, então não demorou muito o negão gozou, enchendo minha boca de porra, engasguei, mas lambi tudinho, ele me xingava de putinha, praticinha safada, e eu adorava, sorria pra ele, mordendo os lábios e com o rostinho cheio de porra, foi então que eu ouvimos a voz do meu pai chamar na garagem, o negão guardou seu pau rapidamente, e foi pra garagem, fiquei ali, me limpei, e minutos depois saí, falei com papai que estava no banheiro, e o interessante que foi a desculpa que o negão usou também, até nisto agente combina, segundo ele o carro estava pronto, o filho da puta só queria dar um jeito de me foder mesmo, quando estávamos saindo eu vi uma bandeira de cartão, aceitamos Visa, eu fiquei só pensando, que safado armou tudo, mas eu adorei, e foi assim que aconteceu.
Se quiserem me escrever meu e-mail é biancaloirinhasafadinha@gmail.com

Escrito por Bianca

Um comentário:

kronos disse...

aYESKA MUITO BOM SEU CONTO ESTOU COPIANDO E POSTANDO EM MEU BLOG WWW.EDKHRONOS.BLOGSPOT.COM SE QUISER DAR UMA OLHADINHA LA TBM OU TROCAR IDEIA NO GMAIL ESTAMOS AI.